Bebês e crianças com problemas respiratórios: o que fazer?

Bebês e crianças com problemas respiratórios: o que fazer?

por Equipe Danone Nutricia 06 de abril de 2020 5 minutes

problemas respiratórios como asma e bronquite podem ser fator de risco para o novo coronavírus, ainda que crianças não sejam as principais afetadas

Em meio a tantas notícias negativas sobre a pandemia do novo coronavírus (COVID-9), mães e pais têm ao menos um motivo para celebrar: bebês e crianças são menos afetados pela doença do que adultos e idosos.

Mas quando a criança tem uma doença respiratória crônica, como asma ou bronquite, as preocupações são redobradas.

Como o coronavírus pode provocar falta de ar e até insuficiência respiratória (quando a respiração prejudicada resulta na incapacidade de manter níveis normais de oxigênio e dióxido de carbono), pessoas que já possuem problemas no sistema respiratório ou o pulmão enfraquecido podem ser mais afetadas.

Por isso, é importante estar vigilante e, se necessário, entrar em contato com o médico.

 

como cuidar dos seus filhos com doenças respiratórias

Veja, abaixo, algumas dicas para cuidar dos seus filhos com doenças respiratórias crônicas durante a pandemia do coronavírus:

  • Siga o tratamento conforme prescrito pelo médico. Medicamentos prescritos são importantes para ajudar seu filho a controlar sintomas como os da asma, por exemplo.

  • Se a criança não teve uma consulta médica relativa à doença respiratória crônica recentemente, pode ser boa ideia entrar em contato com o profissional de saúde para entender se é preciso atualizar o plano de tratamento. O médico pode, também, prescrever os medicamentos para que você tenha em casa e respeite a quarentena sem precisar ir à farmácia com frequência;
     

  • Evite gatilhos. A asma, por exemplo, pode ser desencadeada por uma variedade de situações, como poeira, pólen e fumaça de cigarro. Quando as crianças passam mais tempo em casa, é importante manter o ambiente sempre limpo. Portanto, mantenha os cômodos bem higienizados e não fume dentro da residência. Se necessário, troque lençóis e fronhas com mais frequência

  • Procure atendimento médico se o seu filho apresentar dificuldades respiratórias. Enquanto consultas desnecessárias estão sendo limitadas, a dificuldade respiratória precisa de atenção imediata. Mantenha contato com o seu médico para saber o que fazer/para onde ligar caso isso aconteça.

Além disso, você e seu filho devem seguir todas as recomendações de prevenção ao coronavírus, como:

  • Lavar as mãos (suas e do seu filho) com água e sabão regularmente;

  • Limpar regularmente e cuidadosamente as mãos (suas e do seu filho) com álcool em gel 70%;

  • Manter pelo menos um metro de distância entre você e qualquer pessoa que esteja tossindo ou espirrando;

  • Evitar tocar seus olhos, nariz e boca;

  • Evitar tocar olhos, nariz e boca da criança sem que suas mãos estejam higienizadas;

  • Certifique-se de que você e as pessoas ao seu redor seguem uma boa higiene respiratória, como cobrir a boca e o nariz com o cotovelo ou lenço descartável ao tossir ou espirar. Em seguida, descarte o tecido ou lenço usado imediatamente;

Com calma e os cuidados necessários, você e seu pequeno devem passar pela pandemia do coronavírus sem maiores sustos. 
 

Referências:

John Hopkins Medicine. Coronavirus in Babies and Children.

Asthma Society of Ireland. Coronavirus (COVID-19) advice.

Dayton Children’s Hospital. Managing childhood asthma during the coronavirus pandemic.

OPAS Brasil. Doenças Respiratórias Crônicas.

 

LEIA MAIS