Alterações intestinais causadas pela dieta enteral

por Equipe Danone Baby 01 de março de 2020 5 minutes

Adotar a dieta enteral é uma grande alteração alimentar. Por isso, o funcionamento do intestino poderá mudar, principalmente durante o período de adaptação

Mudanças de hábitos alimentares sempre podem causar alterações intestinais. O uso da dieta enteral, portanto, pode mudar o funcionamento do seu intestino. Se antes você ia ao banheiro apenas uma vez ao dia, agora pode passar a frequentá-lo duas ou três vezes, o que é considerado perfeitamente normal. 

Conforme o corpo se adapta à alimentação enteral, o intestino pode funcionar cada vez melhor. No entanto, isso depende do quadro de saúde e necessidades alimentares. O nutricionista ou profissional de saúde responsável pelo acompanhamento, irá indicar uma dieta com os nutrientes adequados, que pode ser mais ou menos ricas em fibras. 

Manter a boa hidratação e praticar exercícios físicos, de acordo com as recomendações médicas, também pode ajudar.

dieta enteral pode causar diarreia?

A dieta enteral pode causar tanto diarreia quanto constipação, o famoso intestino preso. Um estudo feito pela Universidade de São Paulo avaliou a ocorrência das duas situações em pacientes em nutrição enteral exclusiva durante 21 dias. Dos 110 participantes, 77 apresentaram constipação, 14 sofreram de diarreia e apenas 19 não apresentaram nenhum dos sintomas.

Em pessoas que utilizam dieta enteral, a constipação é mais comum, principalmente quando a alimentação não contém fibra alimentar, responsável por melhorar as desordens intestinais. Por isso, sempre que ocorrer algum desconforto, é preciso conversar com o médico para realizar os ajustes necessários.

Beber água é importante para evitar a constipação, pois ela auxilia no fluxo das fezes. No caso da diarreia, também é essencial uma boa ingestão de água para se manter hidratado. 

Para manter a hidratação, a água esterilizada deve ser ministrada por meio da seringa ou frasco com equipo.

Atenção: tanto a constipação como a diarreia podem não estar diretamente relacionadas com a dieta. A ocorrência de ambas pode ser efeito adverso de alguns medicamentos.

Quando consultar o médico

Em certos casos, a nutrição enteral pode causar intolerância. Náusea, vômitos, diarreia e inchaço são alguns sinais de que há complicações relacionadas à dieta. Nesses casos, é necessário procurar o médico para entender se é preciso fazer alguma alteração.

A diarreia é a complicação mais relatada, que pode ocorrer tanto em pacientes em dieta enteral em casa, quanto nos que estão internados. Além de angustiante para o paciente e para a família, a diarreia pode aumentar a incidência de outros problemas de saúde, como a desidratação e a perda de nutrientes e eletrólitos.  

Portanto, em caso de desconforto associado à dieta, o profissional de saúde deve ser procurado com rapidez.

 

Referências:

Figueiredo, Amanda B. Diarreia e constipação intestinal em terapia nutricional enteral. USP/FM/DBD - 170/13.  

Schôrghuber M1, Fruhwald S2. Effects of enteral nutrition on gastrointestinal function in patients who are critically ill. Lancet Gastroenterol Hepatol. 2018 Apr;3(4):281-287. doi: 10.1016/S2468-1253(18)30036-0. Epub 2018 Mar 7

LEIA MAIS