O papel dos nutrientes na dieta enteral

por Equipe Danone Baby 02 de março de 2020 5 minutes

A composição da dieta enteral varia de acordo com as necessidades do paciente, contendo nutrientes importantes como proteínas e lipídios

A alimentação enteral fornece ao organismo todos os nutrientes necessários para que ele se fortaleça e funcione normalmente. Tal dieta, adotada por pacientes que não podem se alimentar normalmente pela boca, é importante para evitar a desnutrição e para o sucesso do tratamento.

Na dieta enteral, os alimentos são ingeridos por meio de uma sonda conectada ao estômago (sonda nasogástrica ou gastrostomia) ou ao intestino (sonda nasojejunal ou jejunostomia), onde ocorre normalmente a digestão. O tubo pode ser inserido no nariz ou na região do abdome. Assim, é possível obter uma alimentação nutricionalmente completa para melhorar ou manter o estado nutricional.

A composição da dieta enteral não é a mesma para todos os casos. Cada paciente tem necessidades nutricionais específicas de acordo com o quadro apresentado. Além disso, a primeira tentativa nem sempre funciona. Quando não há a boa adaptação à alimentação, o médico pode sugerir outra combinação de nutrientes.

Veja, abaixo, os benefícios de alguns nutrientes que podem estar presentes na dieta enteral: 

Proteínas

São essenciais para a reconstrução dos tecidos, como o muscular, o nervoso e o epitelial. Para pessoal em dieta enteral, a ingestão deve ser reforçada. Por isso, dietas com alto teor de proteínas, chamadas “hiperprotéicas”, costumam ser ótimas escolhas.

Carboidratos

Contribuem para o fornecimento de energia. Dieta com alto valor energético, chamadas “hipercalóricas”, ajudam a melhorar ou manter um bom estado nutricional.

Fibras alimentares

As fibras alimentares funcionam como prebióticos e, portanto, são alimentos para as bactérias intestinais benéficas, associadas a diversos benefícios à saúde e a uma boa recuperação pós-alta hospitalar.

Lipídios

Lipídios como o EPA (ácido eicosapentaenoico) e o DHA (ácido docosahexaenóico) são importantes para auxiliar na modulação da resposta inflamatória. O EPA, por exemplo, pode contribuir para a saúde do coração e para a circulação sanguínea. 

Antioxidantes

 

Antioxidantes como licopeno, carotenoides, luteína e zeaxantina regulam o estresse oxidativo e inibem a ação de radicais livres. Quando o corpo está se recuperando de alguma cirurgia ou doença, há uma maior produção de radicais livres. Por isso, deve-se aumentar o aporte de antioxidantes.

Zinco, vitaminas A, C, e E e arginina (tipo de proteína)

 

Tais nutrientes estão relacionados com a cicatrização. Por isso, são recomendados na dieta enteral de pacientes que estão se recuperando de alguma lesão.

 

 

como obter todos os nutrientes pela dieta enteral

Para obter todos os nutrientes necessários, é preciso escolher bem a alimentação enteral a ser utilizada, sempre sob recomendação médica. Além disso, para que o paciente receba o aporte de todos os nutrientes que precisa, é preciso que a dieta enteral seja feita com alimentos adequados de qualidades. Como nem sempre é fácil ou barato obter esse resultado com a dieta caseira, a dieta enteral industrializada pode ser uma opção mais prática.

O profissional de saúde irá indicar a dieta a formulação adequada. Ela pode contar tipos específicos de fibras e proteínas, por exemplo. O importante é seguir as recomendações para que o organismo funcione direitinho durante a alimentação enteral.

 

 

Referências:

National Collaborating Centre for Acute Care (UK). Nutrition Support for Adults: Oral Nutrition Support, Enteral Tube Feeding and Parenteral Nutrition. London: NationalCollaborating Centre for Acute Care (UK); 2006 Feb. (NICE Clinical Guidelines, no. 32.) 9, Enteral tube feeding in hospital and the community.

Hegazi, Refaat A., and Paul E. Wischmeyer. "Clinical review: optimizing enteral nutrition for critically ill patients-a simple data-driven formula." Critical Care 15.6 (2011): 234.

Passos, R. M. "Terapia Nutricional para Portadores de Úlceras por Pressão."

Bogoni, ACRK. Atenção domiciliar à saúde: proposta de dieta enteral artesanal com alimentos de propriedades funcionais. Universidade do Vale do Itajaí. 2012. 

LEIA MAIS