Faça a feira: benefícios de consumir alimentos da estação

por Equipe Danone Nutricia 6 de janeiro de 2021 5 minutes

As frutas, verduras e legumes da estação são mais suculentos, nutritivos e baratos

Alimentos frescos, como frutas e verduras, são mais suculentos quando consumidos na estação certa. De agosto a setembro, por exemplo, o morango é abundante. Nessa época do ano, ele é mais fresco, maduro e nutritivo.

Além disso, há algo de reconfortante em tomar uma sopa quentinha de legumes no inverno, ou comer uma melancia suculenta no verão. Parece que a sopa protege contra resfriados e a melancia ajuda a hidratar o corpo, não é mesmo? De fato, o Ministério da Saúde recomenda o consumo de alimentos frescos como principal pilar de uma alimentação saudável e balanceada. Verduras, legumes, frutas e proteínas, sobretudos em refeições caseiras, são a base para mais saúde e longevidade.

por que comer alimentos da estação

Nada é mais econômico do que plantar os próprios alimentos. Mas mesmo se você não tiver espaço para plantar uma horta em casa, consumir frutas, vegetais e legumes da estação sai mais barato, já que há abundância do produto. Quanto maior a oferta, mais baixo o preço.

Consumir alimentos da estação também é melhor para o meio ambiente, já que os produtos sazonais podem ser cultivados sem precisar de muita interferência. O clima, as características do solo e até mesmo o comportamento dos animais favorecem o seu crescimento. Assim, não é preciso utilizar tantos produtos químicos ou investir em processos artificiais para cultivá-los.

Outra grande vantagem dos alimentos da estação é o seu sabor, que é mais suculento e rico. Como os produtos cultivados alimentares fora de época exigem mais interferência humana e uso de produtos químicos, o sabor fica mais fraco, assim como o seu valor nutricional. Mas, quando as frutas, verduras e legumes têm seus ciclos respeitados, são mais nutritivas saudáveis e saborosas.

Por fim, consumir alimentos da estação traz benefícios para a economia local. Fazer a feira é forma de comprar de pequenos produtores, que geralmente produzem em menor escala e fazem uso de menos produtos químicos. Portanto, tanto o consumidor, quanto o fornecedor saem ganhando.

alimentos naturais da estação

Veja, abaixo, alguns alimentos naturais de cada estação:

Outono

Abobrinha, acelga, alface, almeirão, agrião, banana-maçã, caqui, jaca, maçã, mamão, broto de bambu, couve chinesa, repolho, rúcula, batata-doce, berinjela, brócolis, chuchu, jiló, linhaça, maçã, maracujá, melancia, pêra, inhame, mandioca, nabo, pimentão, quiabo, berinjela, beterraba, rabanete, tomate, vagem, repolho, abacate, banana prata, caqui, chuchu, gengibre, coco, goiaba, jaca, laranja, limão, tangerina, pepino e tomate.

Inverno

Repolho, mandioca, mandioquinha, melão, laranja, banana, couve-flor, ervilha, couve, espinafre, nabo, berinjela, brócolis, alface, acelga, tangerina, carambola, kiwi, pinhão, pera, pepino, rabanete, banana e limão.

Primavera

Abóbora, abobrinha, alcachofra, abacaxi, banana-nanica, caju, maçã, mexerica, tangerina, berinjela, beterraba, cenoura, chuchu, couve-flor, ervilha, mandioquinha, nabo, vagem, alface, almeirão, chicória (escarola), melão, morango e pêssego, alho-poró, almeirão, brócolis, cebolinha, chicória, coentro, pimentão, rabanete, inhame, repolho, banana, caju e laranja.

Verão

Coco verde, framboesa, cereja, banana-prata, abóbora, abobrinha, agrião, alcachofra, alho, erva-doce, endívias, rúcula, salsa, tomate, batata-doce, berinjela, cenoura, chicória (escarola), chuchu, jiló, mandioca, milho verde, moyashi (broto de feijão), rabanete, repolho, abacaxi, abacate, ameixa, banana, caju, coco, figo, goiaba, jaca, uva, laranja, limão, maçã, manga, maracujá, melancia, melão, pera, nabo, pimentão e quiabo.

 

Referências:

Ministério da Saúde. Ministério da Saúde recomenda o consumo de alimentos frescos

Harvard Health Publishing - Harvard Medical School. Fresh or frozen produce? The health benefit is all in the mix

Mount Nittany Health. Five benefits of eating seasonal produce.

LEIA MAIS