Cuidados nutricionais durante a radioterapia

por Equipe Danone Nutricia 02 de fevereiro de 2021 5 minutes

O paciente oncológico em radioterapia pode perder o apetite e ter outras dificuldades alimentares, o que pode prejudicar o sucesso do tratamento

O paciente de câncer pode sentir que não tem domínio sobre o que acontece com o seu corpo, mas pode controlar a sua alimentação. Quanto melhor a dieta, mais energia e disposição terá para enfrentar tratamentos que o debilitam, como a radioterapia. 

A radioterapia é um dos tratamentos mais populares para o tratamento de câncer, no qual altas doses de radiação são utilizadas para matar as células cancerígenas e reduzir tumores. As formas de energia utilizadas são intensas e, por isso, podem trazer consequências para a região do corpo onde estão sendo aplicadas.

Além disso, a radioterapia pode trazer efeitos secundários que afetam todo o organismo, independente do local tratado. Mal estar, fraqueza, falta de apetite, náuseas e vômitos podem ser alguns dos sintomas.

Por isso, antes e depois da radioterapia, a atenção nutricional é importante e deve ser orientada pelo médico e/ou nutricionista. 

O impacto da radioterapia na nutrição

Durante a radioterapia, o corpo precisa de mais energia e proteína do que o normal, já que a própria radiação, enquanto destrói o tumor, também pode destruir as células saudáveis do organismo. Além disso, os efeitos colaterais do próprio tratamento podem dificultar a manutenção do peso e o aporte adequado de nutrientes

Por isso, o objetivo nutricional durante o tratamento é manter o peso e garantir o suprimento de energia e proteína. Para isso, o nutricionista acompanha o paciente ao longo de todo o processo, elaborando a dieta adequada. 

Quando há dificuldades de alimentação ou o profissional não acredita que o paciente irá atingir as metas nutricionais apenas por meio da dieta tradicional, o uso de suplementos nutricionais é indicado. 

cuidados nutricionais antes e depois da radioterapia

As refeições antes e depois da radiação, assim como nos dias em que não há tratamento, são recomendadas pelo nutricionista. Ao formular a dieta, esses profissionais indicam o consumo de refeições leves antes do procedimento. 

Já após o procedimento, é muito comum o paciente se sentir indisposto e sem muita vontade de comer. Por isso, indica-se deixar lanches prontos na geladeira. Se necessário, não há problema em alimentar-se tarde da noite, caso o mal estar só desapareça nesse horário. 

O importante é forrar o estômago para evitar a desnutrição e ficar mais forte para o sucesso do tratamento.

Como o paciente em radioterapia precisar de mais proteína e energia em sua dieta, pode ser recomendado priorizar o consumir dos seguintes alimentos:

  • Leite integral ou enriquecido com leite em pó

  • Ovo

  • Laticínios, como o queijo

  • Carne

  • Peixe

  • Feijão e outros grãos

  • Suplementos orais hiperproteicos

    Além de proteínas, calorias e carboidratos, o consumo de vitaminas e minerais também deve ser garantido na dieta. 

dicas para manter a dieta em dia durante a radioterapia

Algumas estratégias podem ser adotadas para driblar as dificuldades alimentares durante o tratamento. Para os pacientes que sofrem com boca seca, umedecer as refeições com molhos saborosos e preferir sopas e caçarolas são boas dicas. Beba bastante água durante o dia e faça cuidados regulares com a boca, recomendados pela equipe médica.

Além disso, não confie no seu apetite para saber que é hora de comer. Faça refeições regulares a cada duas ou três horas. Para dar mais sabor às refeições e estimular o paladar, use ervas, temperos e aromatizantes. Um prato cheiroso, bonito e colorido tem o potencial de incentivar as papilas gustativas.

Os suplementos alimentares também podem adicionar um pouco de gosto e alegria a sua dieta. Há aqueles com sabor, como baunilha ou morango, ou sem sabor, que podem ser acrescentados à alimentos sem alterar o seu gosto para potencializar o valor nutricional da sua refeição. Sopas, caldos, milkshakes e até mesmo sobremesas podem ser fortalecidas com a suplementação e, no final das contas, dar água na boca. Consulte sempre seu médico e/ou nutricionista para que ele recomende o melhor suplemento para a sua dieta.

 

 

Referências: 

National Cancer Institute - Radiation Therapy to Treat Cancer. Disponível em: https://www.cancer.gov/about-cancer/treatment/types/radiation-therap

 

A.C. Camargo Cancer Center. Alimentação durante a radioterapia. Disponível em:

https://www.accamargo.org.br/sites/default/files/2020-08/Manual-Alimentacao-durante-Radioterapia.pdf

Instituto Oncoguia. Nutrição e Câncer. Disponível em:

http://www.oncoguia.org.br/conteudo/nutricao-e-cancer/12099/1063/

Mahdavi, Reza & Faramarzi, Elnaz & Mohammad-Zadeh, Mohammad & Ghaemmaghami hezaveh, seyed jamal & Jabbari, Morteza. (2007). Consequences of radiotherapy on nutritional status, dietary intake, serum zinc and copper levels in patients with gastrointestinal tract and head and neck cancer. Saudi medical journal.

Queensland Government. Preparing to eat well during radiotherapy to the head and neck area. Disponível em:

https://www.health.qld.gov.au/__data/assets/pdf_file/0025/152359/oncol-head-neck.pdf

Academy of Nutrition and Dietetics. Radiation and Diet. Disponível em:

https://www.eatright.org/health/diseases-and-conditions/cancer/radiation-and-diet

Cancer Research UK. Eating and drinking. Disponível em:

https://www.cancerresearchuk.org/about-cancer/cancer-in-general/treatment/radiotherapy/side-effects/general-radiotherapy/eating-drinking-during-radiotherapy

LEIA MAIS