Nutrição especializada: o que é e quando é indicada

Nutrição especializada: o que é e quando é indicada

por Equipe Danone Nutricia 03 de dezembro de 2021 5 minutos

A nutrição especializada contém os nutrientes necessários para apoiar a saúde de crianças e idosos com dificuldades alimentares, ou pessoas com condições de saúde específicas

Alimentar-se é algo natural e intuitivo, mas em certos casos, a nutrição precisa ser especializada. Quando a dieta não é suficiente para garantir a nossa saúde e uma vida plena, precisamos consumir alimentos formulados especialmente para as nossas necessidades.

Tudo o que consumimos, desde o nascimento até a velhice, pode influenciar a nossa saúde ao longo da vida. Mas as pessoas têm necessidades nutricionais diferentes, em função das condições de saúde, estilo de vida e idade. Enquanto bebês devem ser amamentados, já que o leite materno é considerado o melhor alimento nessa faixa etária, idosos devem ingerir calorias, proteínas e outros nutrientes em quantidade suficiente para garantir vitalidade, força e disposição.

Quando bebês, idosos ou pessoas em qualquer faixa etária têm dificuldades para manter uma dieta adequada ou quando apresentam algumas condições específicas – como alergias ou algumas doenças – a nutrição especializada pode ser necessária.


O que é nutrição especializada

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) classifica a nutrição especializada como aquela “cuja composição foi alterada com o objetivo de atender às necessidades específicas decorrentes de alterações fisiológicas e/ou patológicas temporárias ou permanentes”.

Bom, mas o que isso quer dizer? Em poucas palavras, são alimentos especialmente formulados para momentos em que apresentamos necessidades nutricionais específicas, como durante um tratamento para câncer ou após uma cirurgia. Crianças com alergias alimentares também podem precisar desses produtos, assim como idosos que precisam de auxílio para ganhar peso e se alimentar melhor, por exemplo.

A nutrição especializada é fundamental nesses casos tanto para ajudar a prevenir e tratar doenças, como para auxiliar na saúde global e o bem-estar, assim como uma vida plena.

Em muitos casos, a nutrição especializada é utilizada como complemento à dieta para garantir que nossas necessidades nutricionais sejam atendidas. Em outros, como quando a alimentação via oral está impedida, a dieta especializada é oferecida por sonda como única fonte alimentar.

 

Do que a nutrição especializada é composta?

Por ser especializada, a nutrição é formulada justamente para atender às necessidades específicas de cada um. Assim, podem conter índices elevados de proteínas, carboidratos, vitaminas, minerais, gorduras e outros nutrientes, dependendo de cada caso.

O médico ou nutricionista deve recomendar a nutrição especializada, assim como o produto de formulação adequada para ajudar a manter o peso durante um tratamento de câncer, a recuperar o corpo após uma cirurgia ou a garantir a manutenção de massa magra em idosos.

Não deixe de consultar um especialista se notar que seu filho, seus pais, avós ou você mesmo estão com dificuldades para manter uma alimentação adequada. Comer bem faz toda a diferença para a saúde, bem-estar e longevidade

LEIA MAIS