Atividades físicas em casa: como manter a motivação

por Equipe Danone Nutricia 28 de agosto de 2020 5 minutes

Exercitar-se em casa é importante para manter a saúde física e mental em dia

Com a pandemia de coronavírus testando a nossa saúde mental e alterando nossos planos, pode ser difícil manter a motivação, principalmente para fazer exercícios. Mas é preciso lembrar que praticar atividades físicas no confinamento é forma de gastar energia, cuidar do corpo e da saúde mental.

O momento em que vivemos é, antes de tudo, uma emergência de saúde pública. Apesar de afetar todos os âmbitos da nossa vida, como trabalho, estudos e relações pessoais, a preocupação primária agora é se manter saudável.

Para conter a pandemia, é importante ficar em casa e deixar de frequentar academias e parques, onde pode haver risco de contaminação. No entanto, isso não deve levar a uma vida sedentária. Para se prevenir e manter a saúde em dia, é preciso encontrar motivação e se mexer um pouquinho por dia.

Benefícios de se exercitar em casa

Quanto mais ocioso você estiver, pior vai se sentir. De acordo com um artigo científico publicado por pesquisadores da Universidade de Nebraska, nos Estados Unidos, exercícios aeróbicos como caminhada, corrida, jardinagem e dança reduzem a ansiedade e a depressão.

Essas melhorias no humor ocorrem pelo aumento da circulação sanguínea no cérebro e pela influência no eixo hipotálamo-hipófise-adrenal, o que reduz o estresse.

O estudo também pontua que o exercício melhora a saúde mental, reduz a ansiedade, a depressão e o humor negativo, melhorando a auto-estima e a função cognitiva. Veja todos os benefícios listados pelos pesquisadores:

● Melhor qualidade do sono

● Melhor resistência

● Alívio do estresse

● Melhora do humor

● Mais energia

● Menos cansaço, o que melhora a atenção

● Perda ou manutenção de um peso saudável

● Redução das taxas de colesterol

● Melhor saúde cardíaca

Além disso, quando estamos ansiosos e estressados, temos a tendência de descontar nossos sentimos no consumo de alimentos calóricos e pouco saudáveis. O combo formado por má alimentação e sedentarismo pode estar relacionado ao desenvolvimento de doenças cardíacas e diabetes. O estresse também pode impactar negativamente a imunidade, que deve estar fortalecida para lutar contra o vírus em caso de infecção.

A preocupação é ainda maior entre pessoas acima de 60 anos, que estão no grupo de risco tanto para o coronavírus, como para doenças cardíacas, circulatórias mentais. Elas também costumam ter o sistema imunológico enfraquecido conforme envelhecem.

como se manter motivado

Independente da sua idade, manter-se ativo na quarentena irá melhorar o seu humor, torná-lo mais produtivo e, de quebra, fortalecer o organismo para combater infecções.

A boa notícia é que você não precisa ter uma academia dentro de casa para se manter ativo. Veja algumas dicas para um dia a dia menos sedentário e mais saudável:

Transforme o exercício em uma atividade social

Incluir as pessoas que estão confinadas com você na sua rotina de exercícios torna a prática muito mais divertida. Vocês podem colocar música para tocar e dançarem juntos, fazer uma aula online de zumba ou seguir um plano de exercícios.

Se você está confinado sozinho ou as pessoas que moram na sua casa não estão motivadas, convide amigos que topem se exercitar por vídeo chamada. Além de te motivar a cumprir seus objetivos, é boa oportunidade de socializar durante o confinamento.

Utilize aplicativos de exercícios e veja aulas online

Marcas como Nike e Adidas têm aplicativos que ajudam usuário bolar planos de exercícios adequados para os seus objetivos. Tais apps também permitem o monitoramento do seu progresso, o que pode ser uma fonte extra de motivação.

Além disso, preparadores físicos e professores de esportes, como yoga e pilates, têm oferecido aulas online por aplicativos de reunião, como Skype e Zoom. Boa oportunidade para se exercitar e socializar ao mesmo tempo.

Incorpore movimento no seu dia a dia

Apesar de estarmos dentro de casa o tempo todo, é possível encontrar formas de incorporar movimento às tarefas do cotidiano. Tente pensar na atividade física como uma opção de estilo de vida, e não em um evento que deve ocorrer em horários designados. Veja as dicas:

● Use tarefas domésticas, como esfregar, varrer, tirar pó e aspirar. Faça-as em um ritmo acelerado para exercitar músculos dos braços e pernas.

● Faça pequenas pausas para praticar alguns agachamentos, polichinelos, abdominais ou flexões. Você pode encontrar mais motivação em pausas de cinco ou 10 minutos do que ao tentar reserva uma hora do seu dia para se exercitar.

● Mova-se mais pela casa. Caminhe enquanto tiver fazendo chamadas de vídeo, dê uma volta pelos cômodos ouvindo música e, se tiver escadas, suba e desça os degraus algumas vezes por dia.

Tenha uma rotina

Ter uma rotina, mesmo dentro de casa, é uma das melhores formas de evitar a procrastinação, dar conta das tarefas e manter a saúde mental em ordem.

Estabeleça novos objetivos

Se você já tinha uma rotina de exercícios antes da pandemia, pode ser difícil manter os mesmos objetivos. Portanto, tente adaptá-los para a sua nova realidade e para os recursos que tem em mãos.

Seja gentil consigo mesmo

Tenha em mente que os exercícios físicos irão provavelmente ajudá-lo a se sentir melhor em todos os sentidos, mas não se cobre demais a ponto de se sentir deprimido quando não atingir seus objetivos. Respeite o ritmo do seu corpo e seja livre para escolher as atividades que mais te motivam. Só não vale não se movimentar!

 

Referências:

Sharma A, Madaan V, Petty FD. Exercise for mental health. Prim Care Companion J Clin Psychiatry. 2006;8(2):106. doi:10.4088/pcc.v08n0208a

HelpGuide. Exercise During Coronavirus: Tips for Staying Active

Agência Brasil. Saiba como se exercitar em casa durante a quarentena

LEIA MAIS