O PODER DA PREVENÇÃO

por Equipe Danone Baby 02 de dezembro de 2021 12 minutes

É PRECISO PENSAR EM PREVENIR OS PROBLEMAS E AS DOENÇAS QUE PODEM SURGIR COM O ENVELHECIMENTO. PREVENÇÃO EM PRIMEIRO LUGAR, POIS CUSTA MENOS, DO QUE PRECISAR CORRIGIR O QUE JÁ DEU ERRADO. PREVENÇÃO E PROMOÇÃO DA SAÚDE

 

A prevenção, principalmente, das doenças crônicas que são as que mais incidem ao longo do envelhecimento, como diabetes, hipertensão, doenças cardiovasculares ou problemas osteomusculares que apesar de não matarem impactam fortemente a qualidade de vida.

Mas além de prevenção, é necessária a promoção à saúde. A saúde se constrói diariamente na forma como você vive, trabalha, se locomove, se entretém e se relaciona. Não é somente a relação entre os profissionais da saúde e os pacientes que definem a saúde, mas sim a relação de cada indivíduo com seu ambiente e escolhas.

Uma atenção deve ser dada a questão de gênero, pois homens e mulheres envelhecem de formas diferentes, não apenas por uma questão hormonal, mas pela construção social do que é ser homem e mulher em determinada sociedade. As mulheres se cuidam muito mais, conhecem mais os seus corpos, apresentam sinais naturais do amadurecimento e consequentemente envelhecimento dos seus corpos, como a menstruação e a menopausa. Os homens por sua vez não apresentam esses sinais naturais que indicam que o envelhecimento está acontecendo, além de desde meninos, muitas vezes, receberem uma pressão para não chorarem e expressarem fraqueza quando uma intercorrência surge, o que muitas vezes impacta fortemente na prevenção.

A principal mensagem deve ser quanto mais cedo você se prepara para a longevidade, melhor, mas nunca é tarde demais.

Cada década vem com uma ação e atenção especial, sendo possível promover a saúde e se preparar para o envelhecimento ativo desde o nascimento. Na primeira infância, o aleitamento materno tem papel fundamental, mas com a introdução alimentar, já se deve estabelecer o hábito nas crianças de ingerir legumes, verduras e frutas. Durante a adolescência, atenção aos hábitos prejudiciais, como alcoolismo e tabagismo. Durante a vida adulta, equilíbrio é a palavra-chave entre dieta, exercício, descanso e atenção aos níveis considerados saudáveis. Após a menopausa para as mulheres e após os 50 anos para os homens, o monitoramento se torna a palavra-chave, exames de rotina que avaliem os níveis de marcadores que indiquem doenças crônicas para entender como o corpo que já não está mais funcionando da mesma maneira se adapta é fundamental. Dessa forma, as chances de prevenir ou mesmo postergar a ocorrência de doenças são muito maiores.

Um país que não se prepara para a prevenção pode acabar não conseguindo acompanhar essa revolução e corrida pela longevidade ativa. A saúde sempre deve estar em primeiro lugar, duas dicas fundamentais para um envelhecimento saudável são: dieta saudável e exercícios.

No entanto, mais uma vez, a principal mensagem é quanto mais cedo você se prepara para a longevidade, melhor, mas nunca é tarde demais.

 

É preciso pensar em prevenir os problemas e as doenças que podem surgir com o envelhecimento. Prevenção em primeiro lugar, pois custa menos, do que precisar corrigir o que já deu errado. Prevenção e promoção da saúde.

  • Promoção da saúde deve ser criada no contexto do dia a dia: onde você vive, trabalha, como se locomove, busca entretenimento, lazer, e não apenas entre o profissional da saúde e o paciente.
  • Prevenção sobretudo para as doenças crônicas, que são as que mais incidem conforme envelhecemos, como diabetes, hipertensão, doenças cardiovasculares, problemas como as osteomusculares, que não matam, mas que têm um impacto enorme na nossa qualidade de vida.

Devemos também prestar atenção nas diferenças entre os gêneros, pois homens e mulheres envelhecem de formas diferentes, bem como a construção social do que é ser homem e o que é ser mulher na sociedade. As mulheres se cuidam mais, têm mais intimidade com seu corpo, apresentam “sinais” que caracterizam o envelhecimento, como a menarca na adolescência, o pré-natal e a menopausa. Já os homens, não têm esse símbolo que indica que o envelhecimento está chegando. E sobre a construção social, é com relação ao que é oferecido aos meninos na infância, ou seja, brinquedos como pistola e bola. Se cair no chão, não pode chorar. 60 anos depois, esse indivíduo não saberá cuidar do outro, pois não foi ensinado a isso, tampouco não chorará nem ter sentimentos mais profundos, ou sentir qualquer dor, pois foi culturalmente ensinado a lidar dessa forma. Tudo isso é importante quando se pensa em prevenção.

Mantra: quanto mais cedo você se prepara para a longevidade, melhor. Mas nunca é tarde demais. Comece aos 20, 30, 40, 60, 80. Sempre haverá ganhos, mas quanto mais cedo, melhor.

E em um país que não está preparado, que não pensa em prevenção, que não tem a mentalidade de prevenir o que é prevenível, pode se dar mal, nessa corrida, nessa revolução para a longevidade.

A saúde deve estar sempre em primeiro lugar - com dois fatores que são essenciais para que possamos envelhecer bem: a dieta (questão nutricional) e o gasto energético, oxigenar o organismo; uma dieta saudável, evitar a grande pandemia de sedentarismo, levando à obesidade, podemos fazer desse grande desafio, uma conquista em que todos vão aproveitar muito.

 

Mae com bebe recem nascido

CADA DÉCADA É IMPORTANTE:

Primeira infância: amamentação materna é essencial; preparar a criança para gostar de vegetais, frutas, e não ofertar desde cedo as bebidas açucaradas, frituras, doces, etc.

Ao longo das primeiras etapas de vida, até à adolescência, devemos ter hábitos saudáveis caprichados, pois os maus hábitos se cristalizam nessa época, como cigarro e álcool. Na vida adulta, procure fazer sempre o equilíbrio, atividade física e dieta balanceada e, se necessário, suplementar, caso haja algum nutriente em falta, sempre com apoio de um profissional especializado, como um nutricionista.

Mas quando a mulher atinge a menopausa e os homens os 50 anos, é sempre importante estar se consultando, realizando exames regulares, avaliações bioquímicas, como o colesterol, triglicérides, regularmente. Assim, chegaremos à longevidade com muito mais chance de prevenir doenças ou pelo menos, postergá-las, e assim será um ganho para você e a sociedade.