Anemia: causas, sintomas e tratamentos para a baixa hemoglobina no sangue

por Equipe Danone Nutricia 16 de dezembro de 2020 5 minutes

A anemia costuma estar associada à deficiência de ferro no organismo, mas outras causas também podem provocar a condição

Cansaço e fraqueza podem ser sinais de anemia, uma condição de saúde na qual os glóbulos vermelhos que transportam oxigênio pelo corpo não estão presentes em quantidade adequada. 

A condição pode ser causada pela carência de diversos nutrientes no organismo, como zinco, vitamina B12 e proteínas. No entanto, o ferro costuma ser o principal vilão, o que explica por que mulheres em idade fértil fazem parte do principal grupo de risco para a doença. Afinal, durante a menstruação, devido à perda de sangue, o ferro dos glóbulos vermelhos diminui naturalmente.

Além de mulheres em idade fértil, a anemia também costuma ser mais frequente em crianças, meninas adolescentes, gestantes e lactantes (mulheres que estão amamentando). No entanto, homens adolescentes, adultos e idosos também podem ser afetados pela doença.

O que é anemia

Em um exame de sangue de rotina, a anemia é relatada como baixa hemoglobina. A hemoglobina, rica em ferro, é a principal proteína dos glóbulos vermelho, responsáveis por transportar oxigênio para os tecidos e órgãos do corpo. O oxigênio é fundamental para que o organismo funcione corretamente.

Existem muitos tipos de anemia, que têm diferentes causas e tratamentos. Algumas formas, como a anemia ferropriva (a mais recorrente, que ocorre pela deficiência de ferro), não são muito preocupantes, apesar de exigirem tratamento adequado. Nesse caso, o médico poderá recomendar o consumo de alimentos ricos no nutriente, como peixes, beterraba, gema de ovo, cereais e leguminosas, ou o uso de suplementos ricos em ferro.

Mas outros tipos de anemia podem ter consequências mais graves. A anemia aplástica, por exemplo, é uma doença autoimune, ou seja, provocada por um descontrole do sistema imunológico, que acaba atacando o próprio corpo. Ela ocorre quando o organismo pára de produzir novas células sanguíneas em quantidade suficiente. Além de provocar cansaço extremo, a condição deixa o paciente mais sujeito a infecções e sangramentos.

A anemia também pode ter causas genéticas, como no caso da anemia falciforme, uma doença hereditária do sangue que faz com que o corpo tenha menos hemoglobina do que o normal. Dependendo da gravidade da doença, o paciente pode precisar de transfusões de sangue para repor a hemoglobina. Mas em muitos casos, nenhum tratamento específico é necessário. O cansaço, típico da condição, pode ser controlado pela adoção de hábitos como dieta saudável e prática de atividades físicas.

sintomas da anemia

De acordo com o Ministério da Saúde e a Mayo Clinic, um dos principais centros médicos e de pesquisas dos Estados Unidos, os sintomas mais comuns da anemia são:

  • Cansaço generalizado

  • Falta de apetite

  • Palidez da pele e mucosas (parte interna do olho e gengivas)

  • Menor disposição

  • Dificuldade de aprendizagem em crianças

  • Apatia

  • Dores de cabeça

  • Tontura

  • Falta de ar

  • Pés e mãos frios

  • Batimentos cardíacos irregulares

    Os sintomas podem variar de acordo com as causas da anemia e, em muitos casos, podem ser bastante leves, passando despercebidos. Por isso, é importante fazer exames regulares de sangue para diagnosticar a doença, principalmente se está relacionada à falta de ferro ou outro nutriente.

fatores de risco DA ANEMIA

De acordo com a Mayo Clinic, os seguintes fatores são de risco para a anemia:

  • Uma dieta pobre em certas vitaminas e minerais, como ferro, vitamina B12 e ácido fólico;

  • Distúrbios intestinais que afetam a absorção de nutrientes no intestino delgado, como a doença de Crohn e a doença celíaca;

  • Menstruação, pois causa a perda de glóbulos vermelhos;

  • Gravidez. Mulheres grávidas que não tomam multivitamínicos com ácido fólico e ferro têm maior risco de apresentar anemia;

  • Perda lenta e crônica de sangue por uma úlcera ou outra fonte dentro do corpo, o que pode esgotar o estoque de ferro e levar à anemia ferropriva;

  • Histórico de anemia hereditária na família.

diagnóstico e tratamento DA ANEMIA

O diagnóstico da anemia é feito por exames de sangue, como o hemograma completo, que indica a quantidade de glóbulos vermelhos. Tal teste também mostra o teor de vitaminas e ferro no organismo.

O tratamento será sugerido de acordo com o tipo de anemia diagnosticado, e pode envolver mudanças na dieta, uso de suplementos de nutrientes, transfusões sanguíneas e, em situações extremas, um transplante de medula óssea (como em casos graves de anemia aplástica).

fontes de ferro

Prestar atenção à alimentação é uma das formas de prevenir a anemia e outras condições de saúde. O ferro, principal causador da anemia, pode ser encontrado em fontes de alimentos de origem animal e vegetal. Segundo o Ministério da Saúde, são elas:

  • Carne vermelhas, principalmente fígado;

  • Peixe, frango;

  • Mariscos crus;

  • Leites enriquecidos com ferro;

  • Vegetais de folhas verdes escuras, como agrião, couve, cheiro-verde e taioba;

  • Leguminosas (feijão, fava, grão de bico, ervilha, lentilha);

  • Grãos integrais ou enriquecidos com ferro;

  • Nozes e castanhas;

  • Melado de cana;

  • Rapadura;

  • Açúcar mascavo.

    Deu água na boca e vontade de ficar saudável? Alimente-se bem, faça consultas regulares ao médico e fique atento aos sintomas da anemia.

 

Referências:

Ministério da Saúde. Anemia.

National Heart, Lung and Blood Institute. Anemia.

Mayo Clinic. Anemia.

Web Medical Team. Anemia.

World Health Organization. Anaemia.

Cleveland Clinic. Anemia: Diagnosis and Tests

 

LEIA MAIS