Cinco passos para lidar com um diagnóstico de câncer

por Equipe Danone Nutricia 10 de novembro de 2020 5 minutes

O diagnóstico é o melhor momento para preparar a sua estratégia de combate ao câncer.

Cada pessoa reage ao diagnóstico de câncer à sua maneira, mas uma coisa é certa: nunca é fácil receber uma notícia como essa.

Lidar com as emoções é parte importante do tratamento. Ao longo dessa jornada, você poderá se sentir desmotivado, esperançoso, triste, bravo, deprimido ou solitário. Alguns pacientes adotam uma postura otimista, enquanto outros se sentem derrotados antes mesmo de começarem a se tratar. 

Veja, abaixo, algumas dicas para lidar com o seu diagnóstico:

1 - obtenha todos os fatos

Estar bem informado é boa estratégia para se empoderar de sua condição e tratamento, além de te ajudar a tomar melhores decisões. Anote todas as suas dúvidas e leve para a consulta com o médico. Não tenha medo de fazer todas as perguntas que fazem sentido para você -- desde as mais simples até as mais complexas. A Mayo Clinic, nos Estados Unidos, sugere as seguintes questões:

  • Que tipo de câncer eu tenho?

  • Em qual local do corpo o câncer está localizado?

  • O câncer já se espalhou para outros locais do corpo? Tem chances de se espalhar (sofrer metástase)?

  • O meu tipo de câncer pode ser tratado?

  • Quais as reais chances de o meu câncer ser curado?

  • Quais testes e procedimentos preciso fazer?

  • Quais são as minhas opções de tratamento?

  • Como o tratamento irá me ajudar?

  • Quais efeitos colaterais posso sofrer ao longo do tratamento?

  • Quando devo entrar em contato com o médico?

  • Como posso prevenir que meu câncer reapareça?

  • O tipo de câncer que tenho é genético? 

    No entanto, é você quem decide se prefere ter todas as informações e estar no controle do seu tratamento, ou se deseja saber o mínimo e deixar as decisões nas mãos dos médicos. Escolha o que funciona melhor no seu caso.

2 - escolha o momento certo para contar aos parentes e amigos

O apoio de parentes e amigos é muito importante durante o tratamento. Mas contar sobre o seu diagnóstico é um desafio. Portanto, dê a notícia quando se sentir pronto. Escolha um local tranquilo e compartilhe quantos detalhes desejar. Além disso, peça ajuda se se sentir confortável para isso. 

Mantenha um canal de comunicação aberto e honesto com as pessoas em quem confia e de quem é mais próximo -- inclusive profissionais de saúde. 

3 - antecipe possíveis mudanças na sua aparência física

O melhor momento para se planejar é agora: quando acaba de receber o diagnóstico e está prestes a dar início ao tratamento. Pergunte ao médico quais serão os prováveis efeitos no seu corpo, como queda de cabelo, perda de apetite e peso e mudanças no humor.

Ao saber o que esperar, você estará mais preparado para os impactos negativos do tratamento e poderá planejar estratégias para se sentir melhor. Muitos seguros de saúde pagam próteses e até mesmo perucas, por exemplo. Também vale a pena receber dicas de outros pacientes, que já passaram por situações similares.

Considere, também, como o tratamento poderá afetar suas atividades diárias. Pergunte ao médico se ajustes na rotina serão necessários. Talvez seja preciso tirar licença do trabalho ou flexibilizar os seus horários. Tome providências para tornar a sua vida mais fácil, como encher a geladeira de refeições prontas e nutritivas ou pedir ajuda para dar conta das tarefas da casa.

4 - adote um estilo de vida saudável

Hoje, mais do que nunca, é importante cuidar do bem-estar, assim como da saúde física e mental. Manter um estilo de vida saudável pode te dar energia e ajudar a gerenciar os níveis de estresse. Para isso, mantenha uma alimentação saudável e balanceada e mantenha-se ativo, praticando exercícios adequados à sua situação, sempre com o acompanhamento de um profissional da saúde. 

Além disso, determine o que é realmente importante na sua vida neste momento. Encontre tempo para as atividades que fazem sentido e que te dão um propósito. Por fim, cultive boas relações com as pessoas que ama. A comunicação também pode reduzir a ansiedade e te ajudar a seguir em frente.

 

5 - antecipe o impacto nas suas finanças

O diagnóstico de câncer pode trazer encargos financeiros inesperados. Se tem plano de saúde, veja o que ele cobre e o que terá de sair do seu bolso. Se depender do sistema público, veja o que é gratuito e se terá que contratar algum serviço particular. Considere custos adicionais com medicamentos, dispositivos médicos e viagens para tratamentos.

Também é importante entender como o seu trabalho será impactado pelo tratamento e se isso irá prejudicar suas finanças. Empreendedores e trabalhadores liberais, por exemplo, podem precisar se planejar com mais cuidado. Considere, ainda, se parentes precisarão se afastar do trabalho para te ajudar.

 

 

Referências:

Mayo Clinic. Cancer diagnosis: 11 tips for coping

Cancer Council. Coping with a cancer diagnosis.

 

LEIA MAIS