Tratamento Médico

A importância da adesão ao tratamento médico

por Equipe Danone Nutricia 23 de novembro de 2021 5 minutos

Seguir corretamente as recomendações do médico é fundamental para o sucesso do tratamento

O sucesso de qualquer tratamento médico depende muito da pessoa que está sendo tratada. Durante a recuperação de doenças, nosso papel enquanto paciente deve ser ativo, pois está em nossas mãos tomar as rédeas para que os efeitos sejam os melhores possíveis.

A adesão ao tratamento começa pelo uso correto de medicamentos, mas não para por aí. Ela também abrange os comportamentos relacionados à saúde que podem dar suporte à saúde global e à recuperação ou, quando negativos, prejudicá-las. 

Assim, para que o tratamento de doenças seja efetivo, não basta contar com uma boa equipe de profissionais de saúde e medicamentos adequados. A pessoa que está doente precisa fazer a sua parte, o que nem sempre acontece.

 

O que é adesão ao tratamento

A Organização Mundial da Saúde (OMS) define a adesão ao tratamento como um conjunto de ações, como:

  • Buscar atendimento médico quando necessário
  • Tomar medicamentos de forma adequada, seguindo as recomendações do médico
  • Não deixar de retirar prescrições médicas no caso de tratamentos mais longos ou doenças crônicas
  • Tomar vacina quando necessário
  • Fazer ajustes à rotina alimentar 
  • Fazer ajustes à rotina de atividades físicas
  • Adotar mudanças de comportamento quando necessário, como deixar de fumar ou de beber

Principalmente para quem tem doenças crônicas, é importante não abandonar o tratamento em nenhum momento, nem mesmo por curtos períodos. Por isso, persistência é um conceito que caminha de mãos dadas com o de adesão. 

 

Papel ativo para melhor adesão ao tratamento

Para que a gente esteja motivado a aderir ao tratamento, é preciso entender quais são seus mecanismos e benefícios. Por fim, também precisamos estar de acordo com ele e acreditar que é a melhor opção para a nossa saúde.

Nesse sentido, o apoio e orientação de farmacêuticos e médicos é importante e útil. Além de recomendar o tratamento, eles têm a função de nos orientar e de tirar nossas dúvidas, além de ouvir nossas preferências. 

A falta de confiança no tratamento, assim como a falta de conhecimento, são empecilhos para a nossa recuperação. Ainda que médicos e farmacêuticos sejam os profissionais com conhecimento para nos acompanhar e instruir, estamos tratando da nossa saúde e, portanto, devemos ter papel ativo. 

Assim, não tenha vergonha de tirar todas as suas dúvidas, ou de manifestar a sua opinião. Se alguma das recomendações não estiver funcionando na sua rotina, seja devido a efeitos colaterais ou à dificuldade de seguir as ordens médicas, converse com o profissional de saúde. Se o médico recomendou um suplemento alimentar que você não está aceitando bem, por exemplo, converse com ele e pergunte sobre alternativas. Ele poderá fazer ajustes e recomendar outras medidas.

O importante é que você esteja apto a seguir todas as recomendações e a fazer do tratamento um objetivo, parte da sua vida em prol do manejo dos sintomas ou da cura, quando possível. Sua saúde deve vir em primeiro lugar. 

 

Referências:

John Hopkins Medicine. The importance of medication adherence. Disponível em: https://www.hopkinsmedicine.org/IBDsymposium/Presentations_2013/Medication_Adherence.pdf

World Health Organization. Treatment adherence. Disponível em: https://www.who.int/chp/knowledge/publications/adherence_Section1.pdf?ua=1

Martin LR, Williams SL, Haskard KB, Dimatteo MR. The challenge of patient adherence. Ther Clin Risk Manag. 2005;1(3):189-199. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC1661624/

Thays Roberta Da Silva Vasconcelos, Juliana Moraes Da Silva, Lays Nogueira Miranda. Fatores associados à não adesão ao tratamento de pacientes com hipertensão arterial sistêmica: uma revisão integrativa da literatura. Ciências Biológicas e de Saúde Unit | Alagoas | v. 4 | n. 2 | p. 385-396 | Novembro 2017. Disponível em: https://core.ac.uk/download/pdf/230434021.pdf

Mariana Soares Souza Pimenta de Almeida. Estratégias para o aumento da adesão ao tratamento não medicamentoso e medicamentoso na ESF Santa Rosália do município de Poços de Caldas - MG. 2015. https://www.nescon.medicina.ufmg.br/biblioteca/imagem/Estrategias_para_o_aumento_da_adesao_ao_tratamento_nao_medicamentoso.pdf

 

LEIA MAIS