10 dicas para alimentação saudável na maturidade

por Equipe Danone Baby 21 de fevereiro de 2020 5 minutes

Prestar atenção às quantidades, fazer refeições em família e manter-se hidratado são práticas que promovem bem-estar

Comer um belo prato colorido e repleto de nutrientes é um conselho que vale em toda época da vida: da infância à velhice. 

Mas, com o decorrer dos anos, além da refeição balanceada, alguns outros cuidados são importantes para garantir que o nosso organismo esteja bem nutrido e resistente, isso compreende desde a quantidade e frequência apropriadas até a consistência mais adequada.

Veja as dicas abaixo, baseadas nas recomendações do Departamento de Saúde dos Estados Unidos, e lembre-se, sempre, de consultar um médico e/ou nutricionista.

 

1 - Organize-se

Para seguir uma rotina saudável de alimentação, é preciso se planejar. Existem maneiras sensatas e flexíveis para escolher e preparar refeições saborosas e completas. Consulte um profissional capacitado para te ajudar com informações como o quanto você deve comer, em quais momentos e quais alimentos escolher. 

2 - Prato colorido

Diversifique os componentes da sua refeição e inclua variedades de vegetais e legumes coloridos. Esses alimentos são fontes de nutrientes e fibras alimentares. 

3 - Especiarias como tempero

Use especiarias para temperar os alimentos. Especialmente durante o envelhecimento, há uma perda de sensibilidade no paladar e, por isso, é comum sentir o aroma e o sabor dos alimentos de forma diferente. Principalmente nessa fase, adicionar temperos diferentes pode deixar os pratos mais apetitosos. 

4 - Socialize nas refeições

Faça de sua refeição um evento social. Quando comemos com a família ou amigos, o momento se torna especial. Que tal convidá-los para um jantar durante a semana ou um almoço no sábado? 

5 - Atenção aos prazos de validade e higiene

Cuidado para não consumir alimentos possivelmente contaminados. Atente-se aos prazos de validade e não se arrisque, jogue fora o que não for mais seguro para consumir. Comer alimentos contaminados por microorganismos pode impactar ou agravar o estado de saúde, principalmente quando a pessoa está mais debilitada. 

6 - Atenção às quantidades

Saiba o quanto você come. É importante conhecer a quantidade recomendada, pois assim é possível distribuí-la pelas refeições ao longo do dia. Quando nos alimentamos muito fora de casa, fica mais difícil fazer esse controle. Então cuidado redobrado. 

7 - Mantenha-se hidratado

Beba bastante líquido durante o dia. Com a idade, podemos perder a sensibilidade de sentir sede, então beba água e sucos sempre, mesmo sem muita vontade.  

8 - Leia os rótulos

Os rótulos dos alimentos contêm informações importantes, como quantidade de gordura, sódio, açúcares e calorias. Lê-los com atenção é importante, pois o consumo exagerado de industrializados e alimentos com muito açúcar ou gordura é prejudicial à saúde. Prefira uma dieta natural. 

9 - Cuidado com a gengiva

Consuma alimentos que não machuquem a gengiva, principalmente durante o envelhecimento. Prefira alimentos mais macios, como os cozidos. 

10 - Use suplementos quando necessário

Pergunte ao seu médico sobre suplementos vitamínicos. É importante ter um acompanhamento médico e/ou nutricional para não ingerir vitaminas e minerais de forma indiscriminada. O uso desses nutrientes deve ser feito conforme a necessidade. 

Referências:

1 - National Institute on Aging. U.S Department of Health and Human Services. https://www.nia.nih.gov/health/publication/choosing-healthy-meals-you-get-older 

 

 

LEIA MAIS