Colina: o nutriente que ajuda o cérebro e a memória

por Equipe Danone Baby 21 de fevereiro de 2020 5 minutes

Carne de fígado, ovos, peixes e diversos vegetais são boas fontes deste nutriente

A colina é um nutriente essencial para a nossa saúde, encontrada em alimentos como carne de fígado, peixe e gérmen de trigo. Dentre suas diversas funções, tem papel no desenvolvimento normal da memória.

Assim como as vitaminas do grupo B, a colina é produzida pelo fígado e é utilizada em diversas reações químicas do corpo. Ela também é importante para o funcionamento do sistema nervoso e ajuda a reduzir o inchaço e a inflamação no caso de doenças como a asma.

a colina e o cérebro

Em relação ao sistema nervoso, a colina tem alguns papéis específicos, como indica a European Food Safety Authority (EFSA). Ela mantém a normalidade das funções neurológica e cognitiva. 

 

Além disso, o nutriente é precursor de um dos principais componentes das membranas celulares, os fosfolipídeos. Sabe-se também que a colina é precursora da acetilcolina, responsável pela manutenção da memória, e sua ausência pode estar relacionada ao surgimento da doença de Alzheimer (DA).

 

Recentemente, estudos epidemiológicos verificaram que as deficiências de alguns nutrientes aumentam o risco para o desenvolvimento da doença de Alzheimer (DA). A colina está entre os mais estudados, já que faz parte dos nutrientes que compõem os fosfolipídios necessários para construir as membranas neuronais.

Outros estudos demonstraram que a redução na ingestão de colina cria um déficit na aprendizagem e na preservação da memória. O baixo consumo de colina pode estar relacionado ao menor desempenho em testes neuropsicológicos, influenciando as funções cognitivas.  

As concentrações de colina no cérebro protegem contra o declínio cognitivo relacionado com a idade e certos tipos de demência, incluindo doença de Alzheimer (DA). Em níveis adequados, a colina preserva os neurônios, o volume do cérebro, e a transmissão neuronal, por ser precursora de substratos fundamentais para bainha de mielina. 

A colina é, então, usada para tratar condições como a depressão, perda de memória, Alzheimer, demência, esquizofrenia e outros tipos de distúrbios cerebrais. 

as principais fontes de colina

O nutriente aliado do cérebro deve fazer parte da sua dieta. Veja, abaixo, quais são as principais fontes alimentares de colina:

 

  • Peixe

  • Nozes 

  • Feijão

  • Ervilha 

  • Espinafre

  • Ovo 

  • Gérmen de trigo

  • Carne de fígado 

  • Músculo

  • Couve-flor 

  • Couve-de-bruxelas

  • Quinoa 

  • Brócolis

  • Farelo de aveia 

 

 

Referências

 

1- CUNHA, Tiago André, CAETANO, Roberta. "Ingestão alimentar de colina”. Disponível em: http://periodicos.estacio.br/index.php/saudesantacatarina/article/viewFile/236/187 Acessado em Março, 2016.

2- Zeisel, Steven H. "Choline: needed for normal development of memory." Journal of the American College of Nutrition 19.sup5 (2000): 528S-531S. 

3- EFSA Scientific Opinion on the substantiation of health claims related to choline and contribution to normal lipid metabolism (ID 3186), maintenance of normal liver function (ID 1501), contribution to normal homocysteine metabolism (ID 3090), maintenance of normal neurological function (ID 1502), contribution to normal cognitive function (ID 1502), and brain and neurological development (ID 1503) pursuant to Article 13(1) of Regulation (EC) No 1924/2006 . EFSA Journal 2011;9(4):2056 [23 pp.].

4-Scheltens P, Kamphuis PJ, Verhey FR, Olde Rikkert MG, Wurtman RJ, Wilkinson D, et al. Efficacy of a medical food in mild Alzheimer's disease: A randomized, controlled trial. Alzheimers Dement. 2010 Jan;6(1):1-10.e1 

5 - Web Medical Team. Choline.

 

LEIA MAIS