Alimentos a evitar para prevenir o Alzheimer

por Equipe Danone Baby 15 de fevereiro de 2020 5 minutes

O consumo de gorduras trans, muito presentes em alimentos industrializados, podem causar o declínio da memória

Enquanto alguns alimentos podem ajudar a prevenir o Alzheimer, como o consumo de grãos e vegetais, outros podem prejudicar a memória. Uma dieta pobre, restrita e pouco nutritiva piora a saúde cognitiva e também a saúde global.

Por que a má alimentação prejudica a memória

Para funcionar adequadamente, o cérebro precisa de gorduras saudáveis, frutas, vegetais, proteínas magras, vitaminas e minerais adequados. Consumir esses alimentos em pouca quantidade, preferindo uma dieta rica em carboidratos complexos, alimentos processados e açúcar estimula a produção de toxinas no organismo.

Essas toxinas podem levar à inflamações, ao acúmulo de placas no cérebro e, por consequência, à piora da saúde cognitiva. E tais efeitos se aplicam a todas as pessoas, não apenas aos idosos.

As gorduras trans são as principais responsáveis por prejudicar a memória. Elas podem ser encontradas em alguns produtos industrializados e, para identificá-las, é preciso ficar atento ao rótulo dos alimentos. Em casa, quando cozinhamos e colocamos óleos vegetais (como óleo de soja, canela e milho) em altas temperaturas, como em frituras, eles também podem sofrer alterações e se modificar para o tipo “trans”. O alto consumo de gordura saturada e de gordura trans está associado com o desenvolvimento de doenças do coração e de diabetes do tipo 2 que, por sua vez, estão relacionadas com um maior risco para o desenvolvimento de Alzheimer. 

Além disso, pessoas que consomem maiores quantidades de gordura saturada e gordura trans podem ter o colesterol plasmático maior do que os níveis recomendados. A condição  provoca uma maior produção e agregação de peptídeos β-amiloides no cérebro, o que está relacionado com um risco maior de desenvolver Alzheimer.

O que evitar

Muitos dos alimentos que consumimos na dieta moderna prejudicam a memória, como pães brancos, massas, carnes processadas e queijos. 

Veja algumas dicas para a sua alimentação:

  • Consuma carnes e queijos magros – retire a gordura das carnes e a pele do frango, assim você deixa de comer a maior parte do alimento que contém gordura saturada.
  • Atente-se e confira a quantidade de gordura saturada e trans que contém nos alimentos que você consome. Para isso, sempre confira os rótulos.

  • Evite fast food, pois normalmente os alimentos possuem grande quantidade de gordura trans

  • De forma geral, somente temperaturas acima de 190 ºC causam a transformação de gordura insaturada (óleos vegetais) em gordura trans. Além disso, quanto maior o tempo de exposição do alimento em altas temperaturas maior a formação de estruturas trans.

Metais no organismo e os riscos de Alzheimer

Altas quantidades de cobre, zinco, ferro e alumínio no organismo também estão associados a maiores chances para o desenvolvimento de Alzheimer. Os metais pesados podem estar presentes em fertilizantes, água contaminada, baterias, alimentos contaminados (como peixes expostos ao mercúrio) e no cigarro. 

Cobre, zinco e ferro são essenciais para o bom funcionamento e desenvolvimento cerebral. No entanto, o excesso desses metais pode levar a formação de compostos tóxicos para o cérebro, como os peptídeos β-amiloides, e de compostos como peróxidos, que podem causar declínio cognitivo.

Devemos consumir alimentos em quantidade adequada para que não nos falte nenhum nutriente. Procure um profissional da saúde, como médico ou nutricionista, para te auxiliar nas mudanças alimentares. 

 

Referências:

Morris, Martha Clare, et al. 'MIND diet slows cognitive decline with aging.' Alzheimer's & dementia 11.9 (2015): 1015-1022.

Morris, Martha Clare, et al. 'Dietary fats and the risk of incident Alzheimer disease'. Archives of neurology 60 (2003): 194-200.

Barnard, Neal D., et al. 'Dietary and lifestyle guidelines for the prevention of Alzheimer's disease.' Neurobiology of Aging 35 (2014): S74-S78. 

Przybylski, Roman, and Felix A. Aladedunye. 'Formation of Trans fats: during food preparation.' Canadian Journal of Dietetic Practice and Research 73.2 (2012): 98-101.

Resolução, RDC 'nº 360, de 23 de dezembro de 2003.'Aprova o regulamento técnico sobre informação nutricional. Diário Oficial da União 23 (2003). 7 - United States Department of Agriculture. USDA Food Composition Databases.

Morris, Martha Clare, et al. 'Dietary copper and high saturated and trans fat intakes associated with cognitive decline'. Archives of neurology 63.8 (2006): 1085-1088.

Järup, Lars. 'Hazards of heavy metal contamination.' British medical bulletin 68.1 (2003): 167-182. 

LEIA MAIS