Saiba como evitar a desnutrição pós-alta hospitalar

Saiba como evitar a desnutrição pós-alta hospitalar

por Equipe Danone Baby 19 de fevereiro de 2020 5 minutes

para evitar a condição, o paciente pode fazer uso de suplementos e adotar uma dieta recomendada pelo nutricionista

A desnutrição é um dos principais motivos de reinternação hospitalar, principalmente para idosos e pessoas com doenças crônicas. Quando internado, o paciente segue o padrão de alimentação oferecido pelo hospital, composto pelos alimentos específicos para a sua situação. Quando volta para a casa, é preciso continuar prestando atenção na dieta para evitar uma recaída.

A desnutrição se caracteriza por um desequilíbrio entre o fornecimento e a necessidade de nutrientes e de energia. Neste quadro, o corpo precisa de uma maior quantidade desses compostos. No momento da alta hospitalar, é importante redobrar a atenção em relação aos nutrientes ingeridos. Isso porque para o corpo conseguir se recuperar da melhor forma possível, uma boa nutrição é essencial.

Mas ao voltar para casa, é comum que o paciente retome a sua rotina e se alimente de forma inadequada -- seja porque não recebeu recomendações nutricionais ou por não seguir corretamente as orientações dadas no momento da alta hospitalar. 

As consequências da desnutrição

No caso de desnutrição, o paciente pode precisar voltar ao hospital para tratar condições como:

  • Infecções;

  • Complicações associadas;

  • Menor efetividade na cicatrização.

Sinais da desnutrição

Uma alimentação balanceada é ideal para evitar a desnutrição após a saída do hospital. Algumas dicas importantes:

  • Peça orientações do nutricionista do hospital; 

  • Lembre-se que a alimentação precisa ser regular e frequente, no máximo de três em três horas

  • Em algumas situações, o médico pode orientar o uso de suplementos para que o organismo receba o aporte suficiente de nutrientes 

  • No caso de dietas enterais, utilize uma com alta quantidade de energia (hipercalórica) e alta quantidade de proteínas (hiperprotéica);

  • Prefira dietas enterais com alto teor de vitaminas e minerais e que contenham fibras alimentares; 

Existem diversas opções de dietas que fornecem os nutrientes citados acima. Na pós-alta hospitalar, o organismo precisa de mais energia e nutrientes do que normalmente, por isso, ajude o seu corpo a se recuperar alimentando-se bem!

Referências:

World Health Organization. Malnutrition—The Global Picture, 2000

Alberda, Cathy, Andrea Graf, and Linda McCargar. "Malnutrition: etiology, consequences, and assessment of a patient at risk." Best practice & research clinical gastroenterology 20.3 (2006): 419-439.

 Volkert, Dorothee, et al. "ESPEN guidelines on enteral nutrition: geriatrics." Clinical nutrition 25.2 (2006): 330-360.

Hegazi, Refaat A., and Paul E. Wischmeyer. "Clinical review: optimizing enteral nutrition for critically ill patients-a simple data-driven formula." Critical Care 15.6 (2011): 234.

Halfon P, Eggli Y, van Melle G, Chevalier J, Wasserfallen JB, et al. Measuring potentially avoidable hospital readmissions. J Clin Epidemiol. 2002; 55: 573-587.

Baker EB, Wellman NS. Nutrition concerns in discharge planning for older adults: a need for multidisciplinary collaboration. J Am Diet Assoc. 2005; 105:603-607.

Ottenbacker KJ, Karmarkar A, Graham JE, Kuo YF, Deutsch A, et al. Thirty-day hospital readmission following discharge from postacute rehabilitation in fee-for-service Medicare patients. JAMA. 2014; 311(6):604-14.

LEIA MAIS