Dieta para osteoporose: alimentos a consumir com moderação

por Equipe Danone Nutricia 15 de dezembro de 2020 5 minutes

Sal em excesso, álcool e bebidas com cafeína devem ser consumidos com moderação por pessoas que têm osteoporose

As recomendações de alimentação para quem tem osteoporose costumam ser focadas no que comer, como cálcio ou vitamina D, essenciais para manter os ossos fortes e resistentes. Mas, também é importante saber o que evitar, pois certos alimentos aceleram a perda de massa óssea ou impedem o organismo de absorver cálcio.

A osteoporose se caracteriza pela perda progressiva de massa óssea, enfraquecendo os ossos e tornando-os mais suscetíveis a fraturas. Dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), mostram que depois dos 50 anos de idade, cerca de 30% das mulheres e 10% dos homens apresentam a condição.

Consumir diversas fontes de cálcio, evitar bebidas alcóolicas, er e fumar e tomar sol para ajudar o corpo a absorver o cálcio proveniente dos alimentos são algumas das recomendações para quem tem osteoporose. Veja, abaixo, o que evitar:

alimentos perigosos para quem tem osteoporose:

Sal em excesso

O consumo excessivo de sal pode fazer o corpo liberar cálcio, o que é prejudicial aos ossos, pois os enfraquece com o tempo. Por isso, evite acrescentar muito sal na comida, assim como alimentos ricos em sódio, o que costuma ser o caso dos industrializados e processados.

Álcool 

Beber em excesso pode causar a perda de massa óssea. Portanto, beba com moderação, de acordo com as recomendações do seu médico. Limite o consumo para não mais do que dois ou três drinks por dia.

Cafeína

Bebidas que contêm cafeína, como cafés, certos chás e refrigerantes, podem diminuir a absorção de cálcio pelo corpo e contribuir para a perda óssea. Consuma-as com moderação.

Farelo de trigo

O farelo de trigo contém altos níveis de fitatos, ou ácido fítico, são utilizados pelas plantas para armazenar fósforo. Porém, não são fonte de fósforo em humanos. Quando consumidos, podem impedir o corpo de absorver cálcio. 

Quanto menor for a concentração de farelo de trigo no alimentos, menos será o impacto na absorção de cálcio. A quantidade encontrada nos pães, por exemplo, não costuma ser significativa a ponto de trazer grandes prejuízos. De toda forma, sempre acrescente alimentos ricos em cálcio à sua dieta.

Feijões

Os diferentes tipos de feijões contêm cálcio, magnésio, fibras e outros nutrientes importantes para a saúde. Porém, assim como o farelo de trigo, são ricos em fitatos, interferindo na capacidade do corpo de absorver o cálcio contido nos próprios grãos. Você pode reduzir o nível de fitato colocando o feijão de molho na água por várias horas antes de cozinhá-lo.

Carnes em excesso

Deve-se consumir proteína em quantidades adequadas para a saúde óssea e a saúde em geral. Porém, em excesso, podem fazer com que o corpo perca cálcio, prejudicando os ossos. Você pode compensar essa perda obtendo cálcio suficiente para as necessidades do seu corpo por meio de outros alimentos.

 

Referências:

National Osteoporosis Foundation. Food and Your Bones - Osteoporosis Nutrition Guidelines.

Web Medical Team. Osteoporosis Diet Dangers: Foods to Avoid.

Healthline. Your 7-Day Osteoporosis Diet Plan.

LEIA MAIS