Sete nutrientes essenciais para a alimentação de idosos

por Equipe Danone Nutricia 5 de janeiro de 2021 5 minutes

Cálcio, vitamina D e ômega 3 são alguns nutrientes que não devem ficar de fora da alimentação de idosos

Obter uma nutrição adequada pode ser um desafio durante o envelhecimento, quando o organismo já não trabalha de forma tão eficiente quanto antes. Com a idade, o número de calorias necessárias diminui, pois o corpo não queima tanta gordura. Por outro lado, as proteínas de qualidade são essenciais, assim como os nutrientes que mantêm a saúde em dia e previnem a desnutrição.

Cada caloria que o idoso consome deve vir acompanhada por nutrientes essenciais. À medida que envelhecemos, a absorção de nutrientes pelo corpo se torna menos eficiente, então é preciso manter a alimentação adequada em dia, sem vacilos. Além disso, a capacidade de saborear os alimentos diminui e problemas de mastigação podem surgir, reduzindo o apetite.

Alguns nutrientes essenciais são chave para manter a boa nutrição e o peso adequado durante o envelhecimento. Veja quais são:

nutrientes essencias no envelhecimento

Cálcio e Vitamina D

Adultos mais velhos precisam de mais cálcio e vitamina D para manter ossos fortes e saudáveis, reduzindo os riscos de quedas e fraturas. Os vegetais de folhas verdes escuras, peixes, sucos fortificados e laticínios são boas fontes de cálcio. Já a vitamina D pode ser obtida por peixes gordurosos como o salmão, ovos e alimentos e bebidas fortificadas.

Vitamina B12

Adultos com mais de 50 anos podem não ser capazes de absorver vitamina B em quantidades suficientes. Junto do ácido fólico, ela ajuda a manter os níveis de ferro no sangue e a evitar condições como a anemia. Cereais fortificados, carne magra, peixes e frutos do mar são fontes do nutriente. Além disso, pode ser necessário utilizar um suplemento em casos de deficiência de vitamina B12. Converse com o nutricionista.

Potássio

Consumir potássio suficiente na dieta também pode ajudar a manter ossos fortes. O mineral é vital para a função celular e também pode ajudar a reduzir a pressão alta e os riscos de pedras nos rins. Frutas e vegetais como banana, ameixa e batata com casca são as melhores escolhas para obtê-lo. Consuma uma porção de alimentos frescos junto de cada refeição.

Magnésio

O magnésio desempenha um papel crucial em diversos processos do organismo, como o desempenho do sistema imunológico, a saúde do coração e dos ossos. Muitos alimentos contêm magnésio, mas quando são processados, o nutriente é perdido. Além disso, a capacidade de absorção de magnésio diminui com a idade. Para acertar no consumo, encha seu prato com alimentos não processados, incluindo frutas frescas, vegetais, nozes, grãos inteiros, feijão e sementes.

Fibras

O consumo de fibras colabora na promoção de uma digestão saudável, ajudando a mover os alimentos pelo trato digestivo. Portanto, são fundamentais para a manter a saúde intestinal em dia. Grãos inteiros, feijões, frutas e vegetais são ricos em fibras e trazem muitos outros benefícios para a saúde.

Ômega 3

O ômega 3, encontrado principalmente em peixes, tem uma ampla gama de benefícios, incluindo a possibilidade de reduzir os sintomas da artrite reumatóide e retardar a progressão da degeneração macular, uma debilitação da visão que pode ocorrer com a idade. Por isso, frutos do mar e peixes como atum, salmão, sardinha e cavala devem fazer parte de uma dieta saudável, assim como soja, nozes, semente de linhaça e óleo de canola. Suplementos de ômega-3 também podem ser recomendados pelo médico ou nutricionista.

 

Referências:

Academy of Nutrition and Dietetics. Special Nutrient Needs of Older Adults.

Bianca Raquel Teixeira de Jesus. Micronutrientes na Prevenção da Doença do Idoso. Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra. Fevereiro/2015.

Web Medical Team. Older Adults: 9 Nutrients you may be missing.

LEIA MAIS