Estudo mostra que nunca é tarde para começar a se exercitar

por Equipe Danone Nutricia 31 de agosto de 2020 5 minutes

Mesmo idosos que foram sedentários a vida toda podem se beneficiar da prática de atividades físicas

Quem nunca praticou esportes não está condenado a ser sedentário até o fim da vida. Um estudo recente concluiu que mesmo pessoas com mais de 60 anos que nunca se exercitaram têm capacidade de construir músculos por meio da atividade física. No entanto, pegar leve no início é a chave para evitar danos à saúde.

Publicado no jornal Frontiers of Physiology, o estudo feito por pesquisadores da Universidade de Birmingham, no Reino Unido, e da Universidade de McCaster, no Canadá, comparou a capacidade de construção de massa muscular em dois grupos: pessoas com mais de 60 anos que se exercitaram pelo menos duas vezes por semana durante ao menos 20 anos; e pessoas que nunca tiveram uma rotina de exercícios consistente.

Os participantes fizeram uma biópsia muscular 48 horas antes de realizar uma sessão de treinamento com pesos, e outra biópsia após o treino. Os pesquisadores concluíram que os dois grupos apresentaram habilidades iguais para construir músculos em resposta ao exercício.

Portanto, segundo o estudo, não importa se você se exercitou regularmente ao longo da vida ou se foi sedentário. Nunca é tarde para começar a praticar atividades físicas e para se beneficiar dos seus resultados.

quanto mais cedo, melhor

Por outro lado, os pesquisadores afirmam que um compromisso com a prática de exercício físico ao longo de toda a vida é a melhor abordagem para alcançar a saúde global.

Isso significa que nunca é tarde para começar, mas quanto antes, melhor. Inclusive, praticar atividades físicas ajuda a retardar a fragilidade e a fraqueza muscular relacionadas ao envelhecimento.

O Ministério da Saúde lista os benefícios de praticar atividades físicas ao longo da vida:

• Controle do peso;

• Controle da pressão arterial;

• Controle da glicose (açúcar no sangue);

• Aumento da resistência contra doenças;

• Aumento da auto-estima;

• Alívio do estresse;

• Aumento do bem-estar;

• Estímulo do convívio social;

• Fortalecimento dos ossos;

• Melhora da força muscular;

• Melhora da resistência física;

• Melhora da qualidade do sono;

• Redução do tabagismo;

• Redução do alcoolismo;

• Redução do uso de drogas ilícitas;

• Melhora da capacidade respiratória.

A prática de exercícios ainda corrige a postura, reduz o colesterol ruim, previne o diabetes, controla a hipertensão e diminui os riscos de câncer.

começar com parcimônia

Quem foi sedentário a vida toda não irá correr uma maratona ou adotar treinos de alta intensidade do dia para a noite. Para começar a se exercitar regularmente, principalmente durante o envelhecimento, é preciso ter um plano e ir com calma.

Além disso, pessoas que não estão acostumadas a se exercitar podem nem saber por onde começar. Se esse é o seu caso, busque ajuda. Converse com o seu médico clínico geral ou com um preparador físico. Certifique-se de montar um treino que seja adequado às suas necessidades e que te agrade. Se você não suporta nadar, por exemplo, a natação deve ser riscada da lista de possibilidades.

Comece! O quanto antes, melhor!

 

Referências:

J. McKendry, B. J. Shad, B. Smeuninx. Comparable Rates of Integrated Myofibrillar Protein Synthesis Between Endurance-Trained Master Athletes and Untrained Older Individuals. Front. Physiol., 30 Agosto 2019.

Healthline. Why It’s Never Too Late to Start Exercising.

Ministério da Saúde - Dicas em Saúde. Exercício físico.

 

LEIA MAIS