Como escolher o geriatra? Veja algumas dicas

por Equipe Danone Nutricia 17 de setembro de 2021 5 minutes

O geriatra é o parceiro no processo de envelhecimento, responsável por apoiar sua saúde, qualidade de vida e segurança 

Envelhecer é um processo natural que tem suas particularidades. Por isso, idosos podem necessitar de acompanhamento específico, para que tenham um envelhecimento pleno e com melhor qualidade de vida.

O geriatra é o médico que possui uma visão global do indivíduo e do seu processo de envelhecimento. Avalia seus hábitos de vida, histórico familiar, tendência a apresentar doenças, índices metabólicos e funções dos órgãos etc.

Não existe uma idade correta para procurar o geriatra, mas idealmente, as consultas deveriam ter início antes mesmo da idade avançada. O objetivo é prevenir certas condições que podem surgir mais tarde e buscar melhor qualidade de vida no envelhecimento.

O geriatra pode ajudar especialmente nos seguintes casos:

  • Múltiplas condições de saúde;
  • Condições de saúde que afetam a qualidade de vida e bem-estar;
  • Declínio funcionais, cognitivos ou fragilidade física;
  • Doenças associadas ao envelhecimento, como demência, incontinência ou osteoporose;
  • Gerenciar o uso de vários medicamentos, especialmente se estiverem causando efeitos colaterais que interferem no bem-estar.

Geriatra, um parceiro no envelhecimento

Os geriatras são treinados para considerar todas as necessidades do idoso, concentrando-se na sua qualidade de vida e na plenitude das suas funções. Muitos profissionais fazem visitas domiciliares de rotina para garantir que o idoso está seguro, com boa mobilidade, alimentando-se adequadamente e com boa saúde mental.

O geriatra também trabalha de forma coordenada com outros profissionais de saúde para garantir que todas as necessidades do idoso estão sendo atendidas. Ele é, de fato, um parceiro do idoso e, portanto, a escolha do profissional é uma decisão importante. Veja algumas dicas:

Como escolher o geriatra

A universidade Johns Hopkins, nos Estados Unidos, dá algumas dicas para escolher o geriatra:

  • Treinamento e qualificação: Veja se o médico fez especialização ou residência em geriatria e se é filiado a algum centro médico ou acadêmico. Esses centros podem ser um "plus" para oferecer atendimento e apoio extra ao idoso em alguns casos.
  • Acessibilidade: Se você tem seguro privado de saúde, certifique-se de que o médico aceita o convênio. Informe-se sobre os horários do consultório e canais de atendimento. Pergunte, também, se oferece algum tipo de consulta em casa e para quem ligar em caso de emergência.
  • Comunicação: Saiba como o geriatra coordena com outros especialistas, como cardiologistas, pneumologistas e neurologistas.
  • Filosofia: Certifique-se de que você e seu geriatra estão na mesma página quando se trata de seus objetivos de saúde, tendo em mente que esses objetivos podem mudar com o tempo. Pergunte também que outros programas ou serviços o profissional pode oferecer. Alguns geriatras oferecem programas para manter-se saudável, tais como aulas de exercícios ou educação para a prevenção de quedas.

Certifique-se de estar confortável com a sua escolha, e não hesite em voltar atrás se necessário. O acompanhamento com geriatra pode apoiar a sua qualidade de vida e ajudá-lo a se sentir mais seguro.

Referências:

Harvard Health Publishing - Harvard Medical School. Why choose a geriatrician? 

Johns Hopkins Medicine. Specialists in Aging: Do You Need a Geriatrician?