5 dicas para ajudar o idoso a se manter ativo

por Equipe Danone Nutricia 17 de setembro de 2021 5 minutes

Encontrar formas simples e divertidas de praticar exercícios, assim como fazer atividades em conjunto, são dicas que podem ajudar o idoso a manter uma vida ativa

Conforme o corpo envelhece, é possível que fique mais lento e menos vigoroso, mas isso não quer dizer que as atividades físicas devam cessar. Na verdade, manter-se ativo é importante para manter a disposição em dia, fortalecendo o organismo e a saúde.

Praticar exercícios físicos no envelhecimento também pode ajudar a preservar o senso de independência e autonomia. Um estilo de vida ativo ainda previne o risco de doenças cardíacas, derrames, diabetes, depressão e demência.

Não faltam motivos para o idoso se exercitar, mas quando falta motivação, como estimulá-lo a mexer o corpo? Veja algumas dicas para incentivá-lo:

Como ajudar o idoso a se exercitar

1 - Encontre formas simples e divertidas de praticar exercícios

Algumas pessoas gostam de caminhar na esteira na academia, enquanto outras acham a atividade entediante e precisam de mais motivação para se exercitar. A chave para integrar a atividade física na rotina do idoso é torná-la interessante e agradável.

Você pode incentivá-lo a fazer caminhadas em um belo jardim, a fazer aulas divertidas em grupo ou a se juntar a um coletivo de dança. Transforme o exercício em um hobby, um momento de socialização e de prazer.

2 - Atividades em conjunto

Se o idoso não está motivado a praticar exercícios por conta própria, converse com amigos, familiares ou outras pessoas interessadas a acompanharem a prática. Ou, então, procure diretamente por atividades de grupo, como tai chi chuan, hidroginástica ou até mesmo esportes, como vôlei.

3 - Facilite a atividade física

Se o idoso não tem o costume de se exercitar, será difícil integrá-lo logo de cara em uma rotina de atividades que exijam maior condicionamento, como a prática de musculação na academia. O ideal é sugerir atividades leves, como dançar, caminhar, fazer yoga ou nadar.

A pessoa mais velha pode necessitar de cuidados especiais quando pratica atividades físicas, pois seu metabolismo já não é tão eficiente quanto antes. Assim, pode demorar mais a se recuperar de lesões ou ter menos resistência física. Por isso, é importante começar aos poucos, com atividades que exijam menos, mas que proporcionem benefícios importantes.

4 - Torne a vida do idoso mais ativa

Se o idoso está relutante e não quer se comprometer com a prática de exercícios físicos, insira atividades na sua própria rotina. Caminhar até o supermercado, lavar e estender roupa, subir e descer escadas, fazer alongamentos em casa.

5 - Consulte um profissional de saúde

Consultar um profissional de saúde nunca é má ideia, principalmente quando se trata de exercícios no envelhecimento. Para além de identificar possíveis restrições, o médico pode identificar as necessidades mais urgentes, como ganhar massa muscular ou perder peso.

O profissional pode, também, indicar uma rotina de exercícios adequada para o idoso. Além do médico, pense também em consultar um profissional de educação física.

O idoso ativo tem melhor humor, disposição, saúde e autonomia. Incentivá-lo a se manter ativo e a praticar atividades físicas é um ato de cuidado. 

Referências:

National Council on Aging. Encouraging Older Adults to Stay Active and Safe During the Coronavirus Pandemic. 

National Institute on Aging. Staying Motivated to Exercise: Tips for Older Adults. 

National Health Service. Exercise as you get older.