Catarata e outros problemas de visão em idosos: como prevenir

por Equipe Danone Nutricia 16 de dezembro de 2020 5 minutes

Enjoos são um dos principais sintomas da gravidez e cerca de dois terços das mulheres o experimentam.

Por volta dos 40 anos de idade, muitos adultos percebem que os olhos não são mais os mesmos. Aos poucos, é preciso ir afastando o celular do rosto para enxergar a tela, até que o oftalmologista acaba receitando óculos para leitura.

Nem todo adulto ou idoso precisa de óculos ao longo do envelhecimento. No entanto, ficar mais velho é um fator de risco para diversas doenças oculares, como catarata e glaucoma

por que a visão declina com a idade

A maioria das pessoas experimenta um declínio natural da visão com o envelhecimento. Torna-se mais difícil ler letras pequenas, enxergar contornos em locais pouco iluminados e identificar a diferença entre azul escuro e preto, por exemplo. 

Em casos mais sérios, a baixa visão é acentuada por uma das quatro condições abaixo:

Catarata: 

A catarata é uma condição bastante comum após os 50 anos de idade. Ela é causada pela perda progressiva da transparência do cristalino, uma espécie de “lente” localizada entre a íris e o humor vítreo dos olhos. A sua função é focalizar imagens de perto e de longe, como se fosse, de fato, uma lente.

A degeneração do cristalino causa visão embaçada, principal consequência da catarata. A progressão da doença acontece naturalmente com o envelhecimento, mas doenças como diabetes e colesterol alto podem agravar o processo. A condição também pode provocar dificuldades para dirigir a noite, visão dupla, dificuldades para distinguir cores e sensibilidade ao clarão. 

O tratamento da catarata consiste unicamente em cirurgia para remover a lente turva do olho, que é substituída por uma lente artificial.

Glaucoma

O glaucoma causa uma lesão no nervo óptico e é mais sério do que a catarata, pois pode provocar cegueira irreversível se não for diagnosticado a tempo. A doença é causada pelo aumento da pressão ocular e pode ocorrer em apenas um ou em ambos os olhos.

Não é fácil identificar o glaucoma. Por isso, em muitos casos, a doença já evoluiu quando o idoso procura ajuda. O principal sintoma é a diminuição da visão periférica, provocando uma espécie de “visão de túnel”. 

Alguns colírios aplicados nos olhos podem ser utilizados para tratar os sintomas e impedir o avanço da doença.

Degeneração macular

A degeneração macular é a principal causa de perda de visão em adultos acima de 50 anos. Ela ocorre quando há degeneração da estrutura localizada na parte posterior do olho, a mácula, responsável pela acuidade visual. Essa acuidade nos permite enxergar detalhes, ler textos e reconhecer rostos.

Um dos primeiros sintomas é o embaçamento da visão e a distorção das formas. Quando não tratada, a doença pode provocar perda gradual e irreversível da visão. Apesar de não ter cura, é possível controlá-la com o uso de medicamentos, quando detectada cedo.

Retinopatia diabética

Idosos diabéticos, cujos níveis de açúcar no sangue estão bastante elevados, podem desenvolver a retinopatia diabética. Ela é causada por um vazamento dos vasos sanguíneos, que a princípio não apresenta sintomas. Por isso, pessoas com diabetes devem fazer exames oculares com frequência para identificar a condição no início.

A medida que a doença progride, vários sintomas podem surgir, como visão embaçada e presença de manchas no campo visual. Controlar a diabetes é a melhor forma de prevenir a condição. Em estágios avançados, a cirurgia a laser pode ajudar a reduzir os sintomas.

como cuidar da visão

Apesar de problemas oculares serem mais frequentes em idosos, a prevenção deve começar cedo. Mesmo crianças devem fazer consultas regulares ao oftalmologista. Após os 60 anos, é ainda mais importante ir ao médico para checar a visão, principalmente se há histórico de doenças oculares na família ou em caso de diabetes. Afinal, muitos problemas de visão não dão sinais precoces.  

Você também deve ir ao médico se notar:

  • Redução da capacidade visual

  • Vermelhidão nos olhos

  • Dor nos olhos

  • Visão dupla

  • Pequenos pontos que parecem flutuar diante dos olhos

  • Círculos (halos) em torno de luzes

  • Flashes de luz

    Adotar uma dieta saudável, evitar fumar e usar óculos de qualidade durante a exposição à luz do sol são medidas a adotar para cuidar da saúde dos olhos. Além disso, o estilo de vida atual exige passar muito tempo em frente a telas, como celulares, computadores e televisões. A vista pode ficar cansada e provocar sintomas desagradáveis, como olhos secos. Descansar os olhos ao longo do dia também faz parte dos cuidados com a vista.

 

Referências:

Centers for Disease Control and Prevention. Keep an eye on your vision health.

National Eye Institute. Vision and aging resources.

Universidade Estadual de Campinas. Perda visual em idosos.

LEIA MAIS