Falta de apetite no idoso: sinais de atenção e dicas para "despertar" a fome

Falta de apetite no idoso: sinais de atenção e dicas para "despertar" a fome

por Equipe Danone Nutricia 23 de novembro de 2021 5 minutes

O idoso pode perder o apetite por problemas comuns no envelhecimento. Variar o cardápio e caprichar na oferta de nutrientes é essencial para despertar a fome de leão. 

Os adultos mais velhos precisam se alimentar bem para ter mais força e saúde durante seus anos dourados. A dieta adequada também é importante em períodos de recuperação de doenças, acidentes ou de qualquer problema de saúde que possam apresentar.

Porém, para o idoso, nem sempre é fácil encher o prato de alimentos saudáveis e coloridos e garantir a ingestão de todos os nutrientes necessários para a longevidade. Diversos problemas podem provocar a perda de apetite no envelhecimento, como:

  • Efeito colateral de medicamentos
  • Dificuldades para mastigar devido a dentes pouco firmes, dentaduras mal ajustadas, falta de dentes e doenças bucais
  • Dificuldades para engolir devido a condições relativamente comuns no envelhecimento, como Doença de Parkinson e AVC
  • Boca seca, paladar e olfato reduzidos.
  • Alterações no trato digestivo
  • Má digestão e má absorção de nutrientes
  • Depressão e variações de humor

Como ajudar o idoso a manter o apetite

Quando o idoso não está se alimentando como deveria, soluções criativas devem entrar em cena para despertar o apetite. Também é importante consultar o nutricionista ou o geriatra, que podem avaliar o quadro e recomendar, se necessário, suplementos alimentares para suprir necessidades nutricionais do organismo.

Veja algumas dicas para abrir o apetite do idoso:

Crie uma rotina

Ter horários definidos para comer todos os dias acostuma o corpo a sentir fome e a ansiar pela próxima refeição. Aos poucos, comer regularmente nos mesmos momentos do dia se tornará um costume que pode ajudar a manter o peso e a garantir o aporte de nutrientes.

 

Varie o cardápio

Comer a mesma coisa todos os dias não é bom por dois motivos: a alimentação provavelmente estará defasada em nutrientes, e além disso enjoa. A variedade é essencial para estimular os sentidos. Experimente sabores, cheiros, texturas e cores diferentes para instigar o apetite.

 

Capriche nos nutrientes

Quem tem pouco apetite pode ficar desmotivado por porções muito grandes. Por isso, a porção pode ser menor, desde que cada ingrediente da refeição seja saudável. Gorduras saudáveis, como nozes, abacate, azeite e laticínios de leite também podem aumentar a contagem de calorias sem adicionar grandes porções ao prato, o que ajuda a manter o peso.

 

Não subestime os snacks saudáveis

Se o idoso estiver comendo pouco nas refeições principais do dia, invista em snacks saudáveis para ajudar a suprir suas necessidades, como porções de nozes, frutas, pequenos sanduíches naturais, nuggets de frango e palitos de vegetais.

 

Faça as refeições em boa companhia

Qualquer um de nós fica mais motivado para a hora da refeição se a enxergar como uma atividade social interessante, em vez de uma tarefa árdua. Assim, é importante fazer refeições acompanhado regularmente, junto de parentes, amigos ou em outras situações sociais, como em eventos religiosos ou festas no clube.

 

Mantenha a hidratação em dia

Além de todas as funções vitais da água, manter o corpo hidratado é importante para combater a boca seca e despertar o apetite. Você já reparou que quando estamos com muita sede, não sentimos fome? Pois é.

 

Invista em refeições líquidas

Se o idoso tem dificuldades para mastigar, invista em refeições líquidas, saudáveis e que também ofereçam bom aporte calórico, como smoothies, leite integral, sopa, bebidas nutritivas e, quando o médico receitar, suplementos.

 

Estimule a atividade física

Mexer o corpo e praticar exercícios dá mais fome, pois o corpo precisa de energia. Manter uma rotina ativa é uma das formas de despertar a "fome de leão".

Além das dicas para abrir o apetite, é importante tratar as possíveis causas, como problemas dentais ou bucais, efeitos colaterais de medicamentos e má digestão. Por fim, o nutricionista deve receitar a dieta adequada para cada caso. O idoso deve receber ajuda para comer bem, manter a saúde em dia e também a disposição.

 

Referências:

Pilgrim AL, Robinson SM, Sayer AA, Roberts HC. An overview of appetite decline in older people. Nurs Older People. 2015;27(5):29-35. Disponível em:

https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC4589891/

Memorial Sloan Kettering Cancer Center. 5 Tips If You’ve Completely Lost Your Appetite During Cancer Treatment. Disponível em: https://www.mskcc.org/blog/5-tips-if-you-ve-completely-lost-your-appetite-during-cancer-treatment

National Cancer Institute. Eating hints: before, during and after cancer treatment. Disponível em: https://www.cancer.gov/publications/patient-education/eatinghints.pdf

Elderly Health Service. Department of Health - The Government of the Hong Kong Special Administrative Region. Common Eating Problems in the Elderly.

LEIA MAIS