5 dicas para cuidar de um idoso com mobilidade reduzida

5 dicas para cuidar de um idoso com mobilidade reduzida

por Equipe Danone Nutricia 3 de dezembro de 2021 5 minutos

Manter a casa organizada e contratar ajuda profissional para ajudar nas tarefas apóiam a qualidade de vida do idoso e do cuidador

O idoso com mobilidade reduzida precisa de atenção e cuidados específicos para evitar quedas e machucados que, no envelhecimento, podem trazer consequências sérias.

Um simples escorregão na cozinha pode gerar uma fratura de fêmur, causa comum e importante de mortalidade e perda funcional entre idosos, de acordo com um estudo de revisão publicado por pesquisadores da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), quedas são a segunda principal causa de mortes acidentais no mundo todo, e as principais vítimas são os adultos acima dos 60 anos.

Mas quedas e machucados não são a única preocupação. A própria qualidade de vida está em jogo, já que a mobilidade reduzida também limita a autonomia. Por isso, o cuidador responsável por ajudar o idoso a se locomover deve estar atento a algumas dicas para a melhor segurança e qualidade de vida.

Como ajudar o idoso como mobilidade reduzida

1 - Torne a casa acessível

Quando os idosos têm problemas de mobilidade, os cuidadores precisam organizar os móveis e pertences para torná-la mais acessível. Os itens utilizados todos os dias, como escova de dente, cereais para o café da manhã e roupas usadas com frequência devem estar em locais de fácil acesso.

Também é importante preparar a casa para evitar acidentes. Retire tapetes escorregadios do chão, certifique-se de que os corredores estejam bem iluminados e, se necessário, instale barras ao lado do vaso sanitário, no chuveiro e na cama para apoio. Também pode ser preciso instalar rampas e rebaixar balcões e armários.

2 - Mantenha a casa limpa e organizada

Uma casa bagunçada é um perigo para idosos com mobilidade limitada. Os caminhos não devem ser obstruídos pela desordem, móveis fora de lugar ou fios elétricos. Já uma casa bem organizada e limpa facilita a circulação por conta própria, o que preserva a independência e a autonomia.

3 - Contrate cuidados profissionais

Pode ser preciso contratar cuidadores profissionais para ajudar nas tarefas domésticas, como faxina e preparo de refeições, ou para ajudar o idoso a tomar banho, por exemplo. A assistência pode ser necessária 24 horas por dia, ou apenas para tarefas pontuais.

4 - Incentive uma vida ativa

O idoso pode ter uma vida ativa mesmo com mobilidade reduzida. Sob recomendação médica, veja quais atividades físicas a pessoa pode praticar, pois elas têm o potencial de fortalecer o corpo e a saúde, além de apoiar a própria mobilidade.

Manter uma rotina ativa também melhora o humor. Incentive o idoso a sair de casa e a caminhar na rua, sob o sol da manhã, a entrar em contato com a natureza, e a fazer atividades com amigos.

5 - Cuide da alimentação

A alimentação adequada é fundamental para prevenir uma piora na mobilidade e aliviar algumas das condições associadas. A perda de massa muscular é uma das principais causas de fraqueza e perda de equilíbrio entre idosos. Idosos com sarcopenia têm dificuldades para realizar atividades simples, como subir escadas, e maior tendência a sofrer quedas e lesões.

O acompanhamento com o nutricionista é fundamental para recomendar a dieta adequada para as necessidades específicas do idoso. Em alguns casos, pode ser indicado o uso de suplementos nutricionais, sempre acompanhado da orientação e acompanhamento do médico e/ou nutricionista.

Cuidar de idosos com problemas de mobilidade pode ser uma tarefa desafiadora. As famílias que prestam os cuidados não devem se esquecer de cuidar da própria saúde. Por isso, aceite a ajuda necessária para que a sua qualidade de vida, assim como a da pessoa mais velha que você ama, seja a melhor possível.

 

Referências:

World Health Organization. Falls. Disponível em: https://www.who.int/news-room/fact-sheets/detail/falls

Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia. Quedas em Idosos: Prevenção.

Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia. Cuidando do idoso em casa: problemas de mobilidade. Disponível em: https://www.sbgg-sp.com.br/cuidando-do-idoso-em-casa-problemas-de-mobilidade/

Institute of Medicine (US) Division of Health Promotion and Disease Prevention; Berg RL, Cassells JS, editors. The Second Fifty Years: Promoting Health and Preventing Disability. Washington (DC): National Academies Press (US); 1992. 15, Falls in Older Persons: Risk Factors and Prevention. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/books/NBK235613/

LEIA MAIS