Idosos usando computador

Por que as feridas demoram mais para cicatrizar em idosos?

por Equipe Danone Nutricia 14 de dezembro de 2021 5 minutos

Diversos fatores típicos do envelhecimento tornam o processo de cicatrização da pele mais lento

Você já reparou que as pessoas idosas costumam ter feridas e hematomas que demoram mais para cicatrizar? Isso acontece porque as células envelhecem junto com o corpo, o que diminui a capacidade de cicatrização da pele.

Como os machucados cicatrizam?

Quando nos machucamos, a primeira reação do corpo é provocar uma inflamação, na qual células imunes se movem para dentro da ferida para combater bactérias ou qualquer outro sinal de perigo ao corpo.

Logo em seguida, chega a fase regenerativa: células de substituição da pele nascem, enquanto outras células, chamadas fibroblastos, estabelecem uma espécie de andaime de apoio na matriz extracelular. Isso mantém as novas células unidas e permite que todas as estruturas necessárias para a regeneração se organizem, como os vasos sanguíneos, responsáveis por fornecer nutrientes e oxigênios.

Quando a fase regenerativa chega ao fim, a ferida já fechou. Mas você provavelmente já notou que a nova pele que nasceu ainda é frágil e fina, certo? Bom, na fase final de remodelação, vários processos paralelos ocorrem para reforçar a nova pele. Esse processo pode ser demorado, dependendo do nível do dano.

Por que a pele dos idosos cicatriza lentamente?

Quando envelhecem, as células perdem a mesma capacidade de divisão que possuíam antes. Por consequência, a pele se torna mais fina. Além disso, a substituição das células de gordura, que formam uma camada amortecedora sob a pele, também diminui com a idade. Portanto, a pele dos mais velhos é mais propensa a lesões.

Quando não dá para evitar o machucado e a lesão acontece, também é mais difícil cicatrizar adequadamente. As células imunes envelhecidas não têm a mesma capacidade para defender o corpo contra bactérias, e o risco de infecção aumenta. Já na fase de regeneração, as lentas taxas de divisão celular se traduzem em uma lenta recuperação da pele.

Porém, não é apenas o envelhecimento da pele que provoca machucados que demoram tanto para curar em idosos. Doenças como a diabetes, afetam a regeneração da pele ao provocar o estreitamento dos vasos sanguíneos. Com a circulação inadequada, nutrientes e oxigênio não chegam adequadamente até as feridas para alimentar a fase regenerativa.

Má nutrição também prejudica o processo de cicatrização

Para que uma ferida cicatrize, a camada superficial da pele precisa ser reconstruída. Mas o machucado também é algo interno, que foi lesionado e, portanto, precisa ser recuperado de dentro para fora. Além disso, os mecanismos de reparação e de defesa do nosso organismo, responsáveis pelo processo de cicatrização, funcionam de maneira bastante complexa.

Para que os mecanismos de reconstrução do tecido funcionem de forma adequada, algumas ferramentas apropriadas são necessárias. Elas dão suporte para recuperar tanto a camada superficial da pele, quanto as mais profundas.

Tais ferramentas são obtidas por meio de uma alimentação que forneça nutrientes em quantidades suficientes para reparar os tecidos. Carboidratos são fundamentais para dar energia ao corpo, enquanto as proteínas constituem, mantêm e reparam os tecidos do corpo. Os nutrientes têm diversas funções, e a deficiência deles pode prejudicar a saúde. Quando nos ferimos, o corpo precisa de proteínas, calorias e nutrientes extras.

Idosos estão mais sujeitos a apresentar problemas nutricionais por diversos motivos, como dificuldades para mastigar e engolir, boca seca, paladar e olfato reduzidos, problemas de digestão e pouco apetite, que podem estar relacionados a fatores fisiológicos ou neurológicos. Mas, cuidar da nutrição adequada no envelhecimento é fundamental, pois sem ela, o corpo não estará forte o suficiente para se defender e regenerar a pele quando nos machucamos.

Consulte sempre um médico e um nutricionista para garantir o aporte de nutrientes adequados por meio de uma alimentação completa e deliciosa.

Referências:

Elderly Health Service. Department of Health - The Government of the Hong Kong Special Administrative Region. Common Eating Problems in the Elderly. Disponível em:

https://www.elderly.gov.hk/english/healthy_ageing/healthy_diet/common.html

University of Pittsburgh. Why Do Older People Heal More Slowly. Disponível em:
https://www.pittwire.pitt.edu/news/why-do-older-people-heal-more-slowly

Harvard Health Publishing - Harvard Medical School. Why wound healing gets harder as we age. Disponível em:
https://www.health.harvard.edu/diseases-and-conditions/why-wound-healing-gets-harder-as-we-age

ARNOLD, Meghan; BARBUL, Adrian. Nutrition and wound healing. Plastic and reconstructive surgery, 2006, 117.7S: 42S-58S.

LEIA MAIS