Gravidez

      Gestação mês a mês: desenvolvimento do feto e mudanças no corpo da mãe

      por Equipe Danone Baby 4 de Outubro de 2018 5 minutos

      Saiba que ocorre no seu corpo e no corpinho do bebê durante os nove meses de gestação

      Ainda que a gestação seja conhecida por durar nove meses, a forma mais precisa para estipular a data de fecundação e de nascimento do bebê é pelo número de semanas. A gravidez normalmente dura 38 semanas, ou seja, três trimestres a partir da fecundação do óvulo pelo espermatozóide.

      No entanto, como nem sempre se sabe quando ela ocorreu, é de praxe contar a gravidez a partir do primeiro dia da última menstruação. Portanto, para facilitar o cálculo, considera-se que você está grávida antes mesmo da fecundação ter ocorrido! Segundo essa contagem, a duração total da gravidez é de 40 semanas (e também dura três trimestres)

      A divisão por trimestres ajuda a mãe a entender quais as principais alterações pelas quais seu corpo e o feto irão passar. Portanto, tal contagem também é utilizada para acompanhar o desenvolvimento do bebê.

      Primeiro trimestre

      Semanas 1 a 4

      Após a fecundação, o óvulo fecundado passa por várias divisões e se transforma em embrião, para depois se transformar em feto. Se a gestação está sendo calculada a partir do primeiro dia da última menstruação, você provavelmente engravidou entre a segunda e terceira semanas. Durante o primeiro mês, seu bebê é realmente minúsculo e tem aproximadamente o tamanho de uma cabeça de alfinete.

      Você poderá notar um pequeno sangramento causado pela nidação, o implante do óvulo fecundado no útero. Durante o primeiro mês, a placenta (que trará oxigênio e nutrientes para nutrir o bebê) e a cavidade amniótica estarão se formando. Mesmo que a gestação ainda esteja bem no comecinho, o pré-natal deve ser iniciado assim que a mulher descobrir que está grávida. O obstetra irá receitar a alimentação adequada, exames e assim por diante.

      Semanas 5 a 8

      O bebê ainda é minúsculo, mas seu coração, cérebro, coluna espinhal, músculos, ossos, olhos, boca e membros estão começando a se desenvolver. A placenta, que nutre o bebê, assim como a cavidade amniótica, proporcionam um ambiente seguro e quentinho para que o pequeno cresça. O cordão umbilical se forma e se conecta ao seu organismo.

      Você começará a sentir os sintomas de gravidez, como náuseas pela manhã, cansaço excessivo e formigamento e dor nos seios, além de escurecimento dos mamilos. Você também poderá perder um pouquinho de peso.

      Semanas 9 a 12

      Na nona semana, o bebê já tem o tamanho aproximado de um amendoim. Sua cabeça está mais ereta e o pescoço mais desenvolvido. Durante o ultrassom, você poderá ver como o bebê se move, mesmo que não consiga senti-lo ainda. No mês seguinte, os braços e pernas são mais longos e podem se dobrar nos cotovelos e joelhos. Até o fim da 12ª semana, dentes e unhas também terão se desenvolvido. A partir de então, as chances de aborto espontâneo caem consideravelmente.

      Até o final do primeiro trimestre, você ainda estará sentindo os sintomas característicos, como enjoos matinais, cansaço, sonolência e aumento do volume dos seios, além de cólicas abdominais discretas e aumento da sede. Alterações emocionais também são comuns: você poderá se sentir fragilizada e ter vontade de chorar à toa.

      Segundo trimestre

      Semanas 13 a 16

      No início do segundo trimestre, seu bebê estará se desenvolvendo rapidamente. Os olhos se movem para a posição adequada, tornozelos e punhos se formam e, embora a cabeça ainda seja desproporcionalmente grande, o resto do corpo estará começando a ganhar o tamanho proporcional. As orelhas começam a tomar a posição adequada, o pescoço fica mais longo e as bochechas mais proeminentes. Além disso, o pequeno começa a responder a estímulos externos. Já na semana 15, seu corpo começa a ganhar pelos e cabelos, assim como sobrancelhas, e os ossos ficam mais rígidos.

      A sua barriga já estará um pouco visível e, no início do segundo trimestre, você terá a sensação de que seu útero é uma bola suave. Chegou a hora de usar roupas adequadas para gestantes. Os sintomas recorrentes no primeiro trimestre da gravidez tendem a desaparecer e você poderá sentir o bebê se movendo. Podem surgir, então, outras sensações desagradáveis, como queimação no estômago e dor nas costas.

      Semanas 17 a 20

      Na 17ª semana, seu bebê terá dobrado de peso em apenas duas semanas. A gordura começa a se formar, ajudando a produção de calor e o metabolismo do bebê. Pulmões começam a exalar líquido amniótico, enquanto os sistemas circulatório e urinário já funcionam. Cabelos na cabeça, sobrancelhas e cílios crescem mais. A partir da 18ª semana, o pequeno se movimenta mais e faz até expressões faciais. Seu paladar está mais desenvolvido e, aos pouquinhos, começa a ouvir e identificar sons, como a voz da mãe.

      Na 20ª semana, você estará oficialmente na metade da gestação. Seu útero estará praticamente no nível do seu umbigo e sua cintura provavelmente terá desaparecido. Nesse período, infecções urinárias são mais prováveis, pois os músculos do seu trato urinário relaxam.

      Semanas 21 a 25

      O seu bebê continua ganhando gordura para se aquecer. A taxa de crescimento diminui, mas seus órgãos ainda estão amadurecendo. As glândulas sebáceas produzem a vernix caseosa, uma espécie de cera que cobre a sua pele para mantê-la flexível no líquido amniótico. A cada semana, os músculos do pequeno estarão mais fortes e seu corpinho estará produzindo as células sanguíneas, responsáveis pela luta contra infecções.

      Neste período, o médico poderá fazer testes de diabetes gestacionais e você poderá enfrentar novos sintomas de gravidez, como as desagradáveis hemorroidas.

      Terceiro trimestre

      Semanas 26 a 30

      No início do terceiro trimestre, a audição do seu bebê estará completamente desenvolvida. Conforme reage a sons, seu batimento cardíaco fica mais intenso. Seus pulmões ainda estão se desenvolvendo, mas suas ondas cerebrais já funcionam como a de um recém-nascido. Ele, inclusive, já está apto a sonhar. Seus padrões de sono também começam a se formar. As mãos do pequeno ficam ativas. Além disso, ele poderá mudar bastante de posição no útero.

      No terceiro trimestre, os sintomas mais comuns de gravidez são a sobrecarga física e emocional e certa dificuldade para respirar e se locomover devido à barrigona.

      Semanas 31 a 34

      O bebê já distingue diferentes sons, incluindo a voz de familiares e músicas. Na 32ª semana, ele já mede cerca de 18 centímetros e pesa por volta de 1.7 kg. Portanto, enche praticamente todo o espaço do seu útero. Uma camada de gordura se forma sob a sua pele e ele já consegue abrir os olhos. A partir da 33ª semana, o pequeno irá ganhar mais da metade do peso que terá ao nascer.

      Você provavelmente começará a ver seu obstetra com mais frequência até o último mês, quando o fará semanalmente. Dores nas costas e cãibras são sintomas comuns, assim como o vazamento do colostro, um líquido amarelado produzido antes do leite, pelos seios.

      Semanas 35 a 40

      No último mês de gestação, os pulmões terão finalizado o seu desenvolvimento e o bebê terá mais gordura sob a pele para se aquecer quando deixar o útero. Na 36º semana, o bebê pode se movimentar para a parte mais baixa do seu abdômen, pois está se preparando para o nascimento. O cérebro está se desenvolvimento rapidamente e o pequeno já pode, inclusive, piscar. Agora, ele recebe anticorpos da mãe para proteger contra doenças. Braços, pernas e músculos estão fortes e as unhas já estão no lugar. Logo, sua cabecinha deverá ficar encaixada para o nascimento. Ao final da gestação, pesará aproximadamente três quilos.

      A mãe deve estar em estado constante de prontidão para o parto. Você poderá se sentir bastante desconfortável e seu útero terá enchido a sua pélvis e a maior parte do abdômen. Mas agora falta pouco! Logo logo o bebê estará nos seus braços.

      Conheça: Loja Oficial da Danone

       


      REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

      Bibliografia: Sociedade Brasileira de Pediatria (“Filhos: da gravidez aos 2 anos de idade”), Web Medical Team (“Your Pregnancy Week by Week”)

      Leia mais

      Perguntas sobre nossos produtos?

      Caso tenha alguma dúvida sobre a Danone Nutricia ou nossos produtos, entre em contato com nossa central de atendimento!