Gravidez

      Como prevenir enjoo na gravidez

      por Equipe Danone Nutricia 26 de junho de 2017 5 minutes

      Enjoos são um dos principais sintomas da gravidez e cerca de dois terços das mulheres o experimentam.

      Sentir enjoo na gravidez é comum durante os primeiros meses e, para quem ainda não sabe que está grávida, pode ser uma forma de descobrir. This is an example link in a body text. Geralmente, eles acontecem no período da manhã durante o primeiro trimestre.

      Enjoos são tão comuns de manhã que ganharam o nome de “enjoo matinal” – mas podem ocorrer em qualquer hora do dia. São um dos principais sintomas da gravidez e cerca de dois terços das mulheres o experimentam, particularmente a partir da quarta semana de gestação.

      Entre a 12ª e 14ª semanas, os enjoos costumam desaparecer sozinhos. No entanto, um quinto das mulheres podem se sentir enjoadas também no segundo semestre. No pior dos casos, a sensação desagradável dura a gestação toda.

      O que são os enjoos matinais

      Os enjoos matinais podem ser causados por uma combinação de fatores físicos e metabólicos:

      • Níveis elevados de hormônios, como o estrogênio.
      • Variações na pressão arterial, particularmente na pressão arterial baixa.
      • Alteração no metabolismo de carboidratos.
      • Grandes mudanças físicas e químicas desencadeadas pela gravidez.

      Como consequência do enjoo, grávidas podem experimentar vômitos e cansaço. Muitas mulheres o consideram apenas um efeito adverso da gravidez, mas outras sofrem com impactos significativos em suas atividades cotidianas e qualidade de vida.

      enjoo-na-gravidez-1.jpg

      Como evitar enjoo na gravidez

      • Para diminuir o enjoo na gravidez, a mulher pode tentar algumas alternativas:
      • Não fique muito tempo sem se alimentar. Coma pequenas e frequentes refeições.
      • Mantenha o ambiente ventilado.
      • Levante-se lentamente da cama.
      • Quando os enjoos forem constantes, prefira alimentos mais secos, como bolachas de água e sal e pão, além de frutas.
      • Caso vomite, faça apenas bochecho com água e aguarde meia hora para escovar os dentes.
      • Inclua alimentos integrais na sua dieta, para evitar a constipação intestinal.
      • Descanse bastante, pois o cansaço pode piorar as náuseas.
      • Beba muitos líquidos, como água, sempre em pequenas porções – mas com frequência durante o dia.
      • Opte por alimentos ricos em carboidratos, mas pobre em gorduras, como arroz e macarrão.
      • Evite refeições muito quentes, pois elas exalam mais odores e podem causar náuseas.
      • Use roupas confortáveis e que não apertem a barriga.

      Quando consultar o médico

      Ainda que o enjoo na gravidez seja comum, em alguns casos a situação pode ser grave e consultar o médico é sempre importante. A hipemerese gravídica afeta uma em cada mil mulheres grávidas e inclui vômitos constantes, perda de peso, desidratação e pode ser muito séria. O tratamento envolve administração de líquidos intravenosos, cuidados com a nutrição e possível hospitalização.

      Algumas mulheres também se preocupam com a possibilidade de o enjoo matinal afetar o bebê. Vômitos repetitivos podem esticar os músculos abdominais e causar dores localizadas, mas a mecânica física do vômito não prejudica o feto. Ele fica perfeitamente protegido e “almofadado” dentro do saco de líquido amniótico.

      Referências bibliográficas
      1. Ministério da Saúde
      2. Site Oficial do Sistema de Saúde do Governo de Victoria (Austrália)
      3. Site Oficial do Serviço Nacional de Saúde da Inglaterra

      Leia mas

      Perguntas sobre nossos produtos?

      Nossas parteiras, nutricionistas e assessores de alimentação estão sempre disponíveis para falar sobre como alimentar seu bebê. Então, se você tiver alguma dúvida, entre em contato.

      Mother With Phone 1