Gravidez

      Exercícios na gravidez: como praticar atividades de forma segura

      por Equipe Danone Nutricia 23 de outubro de 2019 5 minutes

      Fique atenta à sua temperatura corporal e ao ritmo cardíaco

      Se a sua gravidez não for das mais complicadas e o seu médico autorizar, você pode continuar a praticar exercícios e até iniciar uma nova rotina. Estudos mostram que, de fato, é muito bom para as novas mamães se exercitarem. Mas, há algumas recomendações a serem levadas em conta.

      Segurança em primeiro lugar

      Antes de começar a se exercitar durante a gravidez, converse com seu médico. Para algumas mulheres, certas condições podem tornar inadequado o exercício na gravidez. Por isso, é melhor se aconselhar com o seu profissional de saúde em primeiro lugar.

      Independente de qual exercício escolher, a principal dica é evitar ficar deitada de costas por longos períodos, especialmente depois de 16 semanas. O peso de seu barrigão pressionando certos vasos sangüíneos pode prejudicar o seu ritmo cardíaco, fazer você se sentir tonta e afetar o fluxo de sangue que transporta nutrientes e oxigênio para o bebê. Em vez disso, tente deitar de lado.

      Embora isso signifique que abdominais tradicionais estão de fora, você pode -- e deve -- incluir exercícios de fortalecimento do assoalho pélvico em sua rotina e outras atividades, como caminhada, natação e ioga.

      A regra é se exercitar em intensidade moderada, ou seja, você deve ser capaz de manter uma conversa durante toda a atividade.

      Quais exercícios eu não devo fazer quando estiver grávida

      Embora nem todas as atividades a seguir irão necessariamente prejudicar seu bebê durante a gravidez, você pode ficar sujeita a sofrer quedas ou choques na barriga. Um forte impacto na sua barriga pode ser grave.

      ● Passeios a cavalo, ciclismo, esqui e ginástica podem se tornar mais difíceis à medida que seu barrigão aumenta e seu centro de equilíbrio muda. Aconselha-se evitar essas atividades e qualquer outra que tenha um risco de queda (incluindo subir escadas). Se a bicicleta é o seu principal meio de transporte, talvez você queira continuar pedalando no início da gravidez, mas vale a pena pensar em uma

      alternativa se, mais tarde, o inchaço começar a restringir os movimentos da perna e você começar a se sentir desequilibrada;

      ● O mergulho autônomo durante a gravidez deve ser evitado: bolhas na corrente sanguínea podem interromper o suprimento de sangue ou causar dificuldades respiratórias.

      ● O yoga de Bikram (ou yoga quente) envolve uma sequência de posturas praticadas em uma sala aquecida. Embora ninguém tenha estudado especificamente os efeitos desta atividade, os especialistas concordam que as mulheres grávidas devem evitar elevar sua temperatura corporal para reduzir o risco de defeitos do tubo neural.

      Este é um material informativo sobre exercícios na gravidez. Consulte sempre o médico e/ou nutricionista.

      Bibliografia:

      1. Bamber J, Dresner M. - Aortocaval compression in pregnancy: the effect of changing the degree and direction of lateral tilt on maternal cardiac output. Anesth Analg 2003;97(1):256-8.

      2. Livestrong - Max heart rate while pregnant

      3. Gowda RM et al. - Cardiac arrhythmias in pregnancy: clinical and therapeutic considerations. Int J Cardiology 2003;88(2):129-33.

      4. Chambers CD - Risks of hyperthermia associated with hot tub or spa use by pregnant women. Birth Defects Res A Clin Mol Terato 2006;76(8):569-73.

      5. Chan J et al. - Hot yoga and pregnancy: Fitness and hyperthermia. Can Fam Physician 2014;60(1):41-2.

      6. Camporesi EM. - Diving and pregnancy. Semin Perinatol 1996;20(4):292-302.

      7. Damnon F et al. - Should a pregnancy test be required before scuba diving? Br J Sports Med 2016 Sep;50(18):1159-60.

      LEIA MAIS