Gravidez

      Produtos de beleza: saiba quais devem ser evitados durante a gravidez

      por Equipe Danone Nutricia 26 de Setembro de 2017 5 minutos

      Pode pintar ou alisar o cabelo durante a gravidez? Qual creme hidratante posso usar? Saiba quais cosméticos devem ser evitados durante o período gestacional:

      Você já deve ter ouvido dizer que grávida não deve pintar nem alisar o cabelo e que até alguns hidratantes podem ser perigosos devido aos ingredientes que compõem o produto. Mas, de fato, o que pode e o que deve ser evitado durante os meses de gestação? Leia abaixo, mas  tenha em mente que alguns meses de abstinência não afetarão sua autoestima. Afinal, estudos mostram que os hormônios da gravidez são catalisadores da beleza, provocando um efeito rejuvenescedor na pele e nos cabelos.

      Cabelo

      Embora haja divergências sobre pintar os fios durante a gravidez, é indicado que descolorações e colorações não sejam feitas ao menos nos primeiros três meses de gestação, por questão de segurança. O chumbo é uma das substâncias presentes na maioria das tinturas capilares e pode provocar intoxicação e aumento da pressão arterial.

      Colorações feitas nas pontas, que não entram em contato com o couro cabeludo são mais seguras, como reflexos loiros, por exemplo. No caso das mulheres que tingem os cabelos, os bastões de retoque são uma ótima opção. Tratamentos como alisamento e relaxamento capilar também devem ser evitados por possuírem uma variedade de substâncias, entre elas o formol, que são nocivas para o desenvolvimento da criança. Uma das formas para manter os fios sedosos durante a gestação é apostar na hidratação.

      aplv-1-1-807x350.jpg

      Pele

      A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) listou duas substâncias que devem ser evitadas durante o período gestacional: ureia (numa concentração superior a 3%) e cânfora. A dupla é presente na maioria dos cremes hidratantes. No caso da cânfora, pode causar defeitos graves no feto e levar a aborto, de acordo com o nível de exposição. Já a ureia é capaz de atravessar a barreira placentária, o órgão que de desenvolve durante a gravidez para conectar o corpo da mãe ao corpo do bebê, causando malformações.

      Os ácidos, como o retinóico e salicílico – muito utilizados para tratamentos clareadores de manchas da pele, anti-idade e antiacne – também devem ser evitados. Para diminuir a frequência e o tamanho das manchas na pele, muito comuns durante a gravidez, especialistas indicam a utilização de protetor solar durante banhos de sol que devem ser tomados em horários em que a incidência é mais fraca, ou seja, antes das 10h e depois das 16h.

      Cosméticos que contenham hidroquinona, tretinoína, adapaleno e isotretinoína também entram na lista das contra-indicações. Protetores solares com metoxicinamato de octila também não são seguros durante a gravidez, fique de olho nos rótulos e opte por opções com óxido de zinco.

      Loções muito perfumadas e perfumes com álcool também devem ser evitados, por irritar a pele. Suplementos multivitamínicos, conhecidos como pílulas da beleza e capazes de combater os radicais livres, também não devem ser utilizados durante o período gestacional por riscos de desequilibrar a absorção de nutrientes pelo organismo da mãe.

      O indicado, assim que surge o desejo pela gravidez, é procurar o dermatologista e pedir indicações de produtos que não sejam nocivos para a saúde da mulher e do bebê.


      REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

      “Saiba quais cosméticos podem ser utilizados durante a gestação” - Maternidade ProMatre

      Leia mais

      Perguntas sobre nossos produtos?

      Caso tenha alguma dúvida sobre a Danone Nutricia ou nossos produtos, entre em contato com nossa central de atendimento!