Primeiros Meses

      O corpo no pós-parto: contração do útero, descida do leite e menstruação

      por Equipe Danone Baby 12 de Setembro de 2017 5 minutos

      Após o nascimento do bebê, o útero começa a voltar ao normal e ocorre a descida do leite. Além disso, a mulher está fértil e pode engravidar logo na sequência.

      Depois que o bebê nasce, você pode se sentir eufórica e, ao mesmo tempo, bastante cansada. Nesse período, você pode até ter a impressão de que a única mudança é a transformação daquele barrigão em um bebê que depende 24 horas de cuidados. Mas não é. Durante o pós-parto e nas primeiras semanas seguintes, o seu corpo também precisa se adaptar a não estar mais grávido.

      Veja quais os principais acontecimentos desse processo de recuperação da gravidez:

      Contração do útero: Já nas primeiras horas após o parto, o útero começa a voltar ao tamanho normal. A contração é acelerada pela amamentação – o que é positivo –  e pode ser acompanhada por cólicas e pequenos sangramentos. Em caso de sangramento exagerado, consulte um médico.

      Descida do leite: Logo após o nascimento do bebê, o corpo começa a fabricar a prolactina, hormônio que dá início à produção de leite. Nas primeiras 48 horas, o líquido que sai do seio é chamado de colostro. Amarelado, ele é rico em vitaminas, anticorpos e albumina, uma proteína que compõe grande parte do plasma sanguíneo. Portanto, é muito importante para a saúde do bebê.  O colostro também ajuda a criança a eliminar as primeiras fezes e funciona como uma espécie de vacina.

      O leite, propriamente dito, desce entre o terceiro e quinto dia após o parto. Geralmente, as mamas ficam bastante inchadas e a mulher pode sentir um pouco de febre.

      aplv-1-1-807x350.jpg

      Menstruação: Para as mulheres que não amamentam, a menstruação aparece entre a sexta e oitava semana após o parto. Já para as que amamentam, pode voltar cerca de quatro meses após o parto ou apenas após o desmame. Varia de mulher para mulher.

      Fertilidade: A mulher pode engravidar logo após o parto, mesmo antes de a menstruação voltar. Portanto, é indicado o uso de contraceptivos para mulheres que não desejam engravidar novamente tão rápido, sempre com a indicação do médico que a acompanha.

      Recuperação após cesariana e parto normal

      A recuperação de quem faz parto normal costuma ser mais rápida do que a de quem faz cesariana, uma vez que a última é um processo cirúrgico.

      Após o parto normal, a mulher já pode caminhar sozinha no dia seguinte e costuma permanecer no hospital por apenas dois dias. Se um corte tiver sido feito na região do períneo, para facilitar a saída do bebê, a nova mãe pode ter um pouco de dor para rir ou tossir e dificuldade para sentar. É importante lavar a região com água e sabão e mantê-la bem seca.

      A cesariana é uma cirurgia de porte maior. A mulher pode demorar mais para voltar a caminhar sem auxílio e seu intestino pode tardar a funcionar normalmente. A alta costuma ser dada entre 48 e 72 horas após o parto.

      A cesariana exige que a mulher leve alguns pontos, que devem ser retirados entre o sétimo e décimo quinto dia após o parto por um profissional de saúde. Quando o efeito da anestesia se encerra, a mulher pode sentir coceira e dor na área da cicatriz.

       

      REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

      Fundação Maria Cecilia Souto Vidigal (“Coleção Primeira Infância” - Folheto 4)

       

       

       

      Leia mais

      Perguntas sobre nossos produtos?

      Caso tenha alguma dúvida sobre a Danone Nutricia ou nossos produtos, entre em contato com nossa central de atendimento!