Primeiros Meses

      Picos de crescimento: o que são e quando acontecem

      por Equipe Danone Baby 26 de Junho de 2017 5 minutos

      Durante os dois primeiros anos de vida, o bebê irá crescer mais rápido do que em qualquer outra fase da vida

      Seu filho provavelmente só irá ficar mais alto do que você na adolescência. Mas durante os dois primeiros anos de vida, ele irá crescer mais rápido do que em qualquer outra fase da vida. Nesse período, o bebê não estica de forma contínua e suave, e sim em picos de crescimento acelerados.

      Vários fatores determinam altura e peso. O processo de crescimento é complexo e multifatorial, incluindo a composição genética, hormônios e questões nutricionais. Mas, no geral, a criança cresce de maneira previsível.

      Para garantir que o bebê esteja crescendo normalmente e atingindo os picos de crescimento, o pediatra verifica seu peso e altura a cada consulta. Esse acompanhamento é muito importante para descartar qualquer problema.

      O que são picos de crescimento

      Antes da década de 1990, cientistas acreditavam que as crianças cresciam em ritmo constante. Essa teoria foi descartada quando pesquisadores começaram a medir o crescimento semanal ou diariamente, e não uma vez por ano.

      Os pesquisadores descobriram que, durante um pico de crescimento, a criança cresce em média 1cm no período de um dia, enquanto dorme. Durante os dois primeiros anos, ela tem alguns picos e, no resto do tempo, simplesmente não cresce.

      Quando o bebê é mais novinho, os picos de crescimento podem ser muito rápidos, durando apenas um dia. Mas conforme vai ficando mais velho, um pico pode durar vários dias.

      A maioria dos picos de crescimento acontecem durante o primeiro ano de vida, normalmente nesses períodos:

      • 2ª Semana
      • 3ª Semana
      • 6ª Semana
      • 6 Meses
      • 9 Meses

      Nem todos os bebês seguem o mesmo padrão. Então, os picos de crescimento podem ocorrer mais cedo ou mais tarde. Desde que a criança esteja ganhando peso e altura dentro do normal, não é preciso se preocupar com a data dos picos.

      Como saber se o bebê está crescendo normalmente

      Desde a gravidez, o crescimento do bebê deve ser monitorado. Na fase intrauterina, o controle é feito por meio das ultrassonografias obstétricas. Após o nascimento, altura e peso devem ser registrados pelo pediatra. Os resultados são colocados nas curvas de crescimento para avaliar se o padrão está compatível com o de outras crianças do mesmo sexo e idade. No primeiro ano, bebês crescem em torno de 24cm e ganham cerca de 6kg. Já, no segundo, crescem por volta de 12cm e ganham mais ou menos 2,5kg.

      Entre o quarto e o sexto mês de vida, o  peso de um bebê deve dobrar em relação ao peso que tinha quando nasceu. Até o primeiro ano de idade, deve triplicar. Aos dois anos, espera-se que pese quatro vezes mais do que no nascimento.

      Como o corpo cresce

      Quando o bebê tem um pico de crescimento, há um aumento no peso, comprimento e circunferência da cabeça. O quanto ele cresce nos primeiros dois anos é baseado na genética e parcialmente em seu tamanho no nascimento. Se um recém-nascido é pequeno, mas herdou genes programados para uma pessoa alta, crescerá mais rápido nos primeiros dois anos do que um recém-nascido grande, mas que herdou genes para um adulto pequeno.

      Como identificar um pico de crescimento

      O bebê pode mostrar sinais claros de que está passando por um pico de crescimento:

      Mais faminto: Seu bebê vai querer se alimentar com mais frequência, mesmo que você finalmente tenha conseguido entrar em uma rotina de alimentação. Se antes ele mamava de três em três horas, durante o pico de crescimento ele vai estar com fome a cada uma ou duas horas.

      Bebês mais velhos também vão querer se alimentar mais, tanto mamando quanto comendo alimentos sólidos e papinhas.

      Acordar mais durante a noite: Mesmo que o bebê esteja dormindo por horas seguidas durante a noite, ele vai acordar mais vezes durante os picos de crescimento. Ele pode despertar de duas em duas horas para mamar. O mesmo vale para sonecas, que serão mais curtas do que o comum.

      Mais rabugento: Durante a amamentação, ele estará mais exigente, mamando com mais convicção e demandando mais leite para saciar a fome. Além disso, seu humor estará abalado pelas noites mal dormidas e sonecas interrompidas.

      Como agir durante os picos de crescimento

      Um bebê que mama com mais vigor e dorme menos provavelmente vai te deixar mais cansada e estressada. Para que a produção de leite acompanhe o ritmo frenético das mamadas, é importante beber bastante água e conseguir descansar. Não hesite em pedir e aceitar ajuda.

      Caso o comportamento do bebê pareça muito fora do comum, fique de olho em duas coisas: fraldas e ganho de peso. Se as roupinhas estão visivelmente mais apertadas e ele está usando entre cinco e seis fraldas por dia, provavelmente está tudo bem. Logo os sintomas dos picos de crescimento vão passar e tudo voltará ao normal. Até o próximo pico.

       

      REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

      WebMD Medical Team (“When do infants have growth spurts?”)
      Sociedade Brasileira de Pediatria (“Avaliação Nutricional da Criança e do Adolescente - 2009”)
      Sociedade Brasileira de Pediatria (“Crescimento” - Departamento Científico de Endocrinologia/Renata Machado)
      Revista da Sociedade de Pediatria do Rio de Janeiro (“Acompanhamento do crescimento normal” - Leda Amar de Aquino)

      Leia mais

      Perguntas sobre nossos produtos?

      Caso tenha alguma dúvida sobre a Danone Nutricia ou nossos produtos, entre em contato com nossa central de atendimento!