Primeiros Meses

      Cinco dicas para ajudar o bebê a arrotar

      por Equipe Danone Baby 6 de Setembro de 2017 5 minutos

      Massagear as costas do bebê e colocá-lo de pé pode facilitar o processo do arroto

      Não há um consenso sobre quantas vezes o bebê deve arrotar, nem sobre o cheiro ou se o volume da eructação (o nome técnico do arroto) deve ser alto ou baixo. Cada bebê é único. O que geralmente coincide entre os recém-nascidos são os sinais de que eles precisam de ajuda para arrotar. Foi pensando nisso que reunimos 5 dicas para facilitar esse processo:

      aplv-1-1-807x350.jpg

      1. Fique atenta aos sinais e às caretas do seu bebê

      Se, durante o processo de amamentação, seu filho parar de tomar leite e começar a chorar, este pode ser um sinal de que ele precisa arrotar mas não está conseguindo. Outro indício que permite reconhecer a necessidade de eructação são as caretinhas que ele pode fazer depois de mamar.

      O arroto acontece porque, durante os primeiros meses de vida, o bebê ainda não sabe direito como sugar e o seu sistema digestivo ainda está se formando, então ele engole bastante ar. Conforme seu filho for ficando mais velho, ou seja, por volta dos 4 ou 6 meses, muito provavelmente ele conseguirá sugar com maior destreza, precisando arrotar com frequência menor. Crianças que fazem uso de mamadeira costumam engolir mais ar e, consequentemente, arrotam mais vezes.

      2. Nunca coloque o seu bebê deitado após a mamada.

      O ato de arrotar evita o refluxo e o engasgamento. Por isso, é indicado que, depois de terminar a mamada, você coloque a cabecinha do seu filho mais elevada que o corpo. Jamais deite seu bebê logo após a mamada. Algumas crianças apenas conseguem expelir o ar do estômago por meio de soluços. Não se assuste se o seu bebê soluçar diversas vezes durante o dia.

      3. Após as mamadas, coloque o bebê de pé para arrotar.

      Em pé é a melhor posição para o seu bebê arrotar, pois o corpinho estará ereto, o que estimulará a saída de gases pela boca. Segure o bebê nesta posição no colo por alguns segundos até ouvir um barulhinho saindo da boca do pequeno. Se você já tentou todas as posições possíveis e em cinco minutos o bebê ainda não arrotou, muito provavelmente, ele não está com vontade. Há crianças que realmente possuem muita dificuldade, se você acredita que este seja o caso do seu filho,  preste atenção nos sinais, e insista.

      4. Massageie as costas do seu filho.

      Esta é uma das formas que também poderá facilitar o arroto do seu bebê. Neste caso, apoie a cabecinha do bebê no seu ombro e massageie levemente suas costas. Coloque um paninho no ombro caso haja regurgitação, para não se sujar.

      5. Coloque o bebê sentadinho no seu colo.

      Outra posição possível para o seu bebê arrotar é colocando ele sentadinho no seu colo, de frente ou de costas para você. Neste caso, incline o tronco dele para a frente, com as perninhas flexionadas, sempre apoiado no braço da mãe ou de outro familiar. Uma massagem nas costas ou tapinhas leves também podem ajudar. Conversar com o bebê ou entoar baixinho canções o ajudarão a ficar mais relaxado para arrotar. Cada bebê é diferente, então, muito provavelmente, você precisará tentar todas as posições até descobrir qual é a que ele se sente mais confortável.

      É muito comum que os pequenos se engasguem durante a mamada, devido à falta de coordenação entre os processos de sucção, deglutição e respiração. Por isso, é fundamental dar de mamar com bastante tranquilidade, respeitando o ritmo e a vontade de arrotar. Regurgitar após a mamada é extremamente comum, mas é preciso estar atento a sinais de engasgamento. Se o rostinho do bebê começar a ficar cinza ou roxo, pode significar que ele tenha engasgado e esteja com dificuldades para respirar. Se isso acontecer, posicione a cabecinha de lado imediatamente. Se mesmo após esse movimento ele permanecer engasgado, procure imediatamente ajuda médica.

       

      REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

      “Guia de cuidados ao recém-nascido “ - Círculo Saúde
      “Kit Família Brasileira Fortalecida” - Portal de Educação do Governo de Salvador
      “Promovendo o Aleitamento Materno” - Ministério da Saúde, 2007
      “Folheto de Amamentação” - Unidade de Saúde Familiar

      Leia mais

      Perguntas sobre nossos produtos?

      Caso tenha alguma dúvida sobre a Danone Nutricia ou nossos produtos, entre em contato com nossa central de atendimento!