Primeiros Meses

      Saiba o que é icterícia neonatal e quando procurar um médico

      por Equipe Danone Baby 8 de Setembro de 2017 5 minutos

      A cor amarelada se deve ao acúmulo de bilirrubina na circulação sanguínea e o tratamento costuma sem bastante simples

      Você certamente já deve ter ouvido algo a respeito de uma condição que deixa amarelada a pele e a parte branca dos olhinhos do recém-nascido. A icterícia neonatal costuma aparecer a partir do terceiro dia de vida e a incidência chega a 60%. No entanto, desde que diagnosticada e contida rapidamente, não apresenta risco ao bebê.

      A cor amarelada se deve ao acúmulo de bilirrubina na circulação sanguínea, um pigmento produzido pelo nosso organismo e armazenado nas hemácias, também chamadas de células vermelhas do sangue.

      Quando as hemácias se rompem, acontece a liberação da bilirrubina, que é levada pela corrente sanguínea até o fígado e utilizada no processo de metabolização da gordura. Em condições normais, após utilizada pelo fígado, a bilirrubina é eliminada na urina e nas fezes. Como as funções hepáticas do bebezinho - aquelas relativas ao fígado e à filtração de substâncias do organismo - ainda não se desenvolveram completamente, a bilirrubina permanece na corrente sanguínea e as manchinhas amareladas aparecem.

      aplv-1-1-807x350.jpg

      A icterícia também pode surgir em casos em que há incompatibilidade sanguínea entre o bebê e a mãe. Neste caso, o fenômeno é desencadeado pela disparidade entre os tipos sanguíneos e o organismo do pequeno passa a destruir uma quantidade muito maior de glóbulos vermelhos.

      Se for uma icterícia leve, apenas o rostinho e o tórax da criança ficam amarelados, se o fenômeno é muito intenso, as pernas e os pés também podem apresentar a cor amarela.

      Acho que meu bebê está com icterícia, o que fazer?

      Há dois tipos de icterícia, a patológica, que necessita de tratamento, por apresentar níveis mais altos de bilirrubina, e a fisiológica, que não precisa de tratamento, visto que os níveis da substância no sangue são menores. O último tipo aparece em bebês no segundo ou terceiro dia de vida e desaparece por volta de dez dias depois. É um processo chato, porque muito provavelmente ele precisará ficar em observação na maternidade, mas é importante que a mãe e o pediatra analisem e acompanhem o quadro de perto para que ele vá para casa saudável.

      O fenômeno, geralmente, é descoberto quando o médico realiza um exame físico no corpinho do bebê, apertando um pouquinho o dedo na testa da criança. Se depois que o profissional tirar o dedo a pele daquela região ficar amarela, um exame de sangue é realizado para que se tenha uma noção exata do nível de bilirrubina.

      Se o bebê apresenta sintomas da icterícia patológica - com diversas áreas do corpo amareladas, principalmente, a região das perninhas e pés -  é fundamental que ele seja levado com urgência ao pediatra. Caso não seja tratada, a icterícia pode provocar uma lesão no sistema nervoso central, mais precisamente no encéfalo.

      No caso da icterícia patológica, o mais comum é a fototerapia. Super eficaz e simples, o tratamento fototerápico consiste em submeter o corpinho do bebê pelado a luzes fluorescentes, também chamado de “banho de luz”. As ondas de luz agem transformando a bilirrubina em moléculas que são eliminadas sem a necessidade de sobrecarga do fígado do bebê. Dependendo da intensidade da icterícia, o tratamento pode levar de 7 a 10 dias. Neste período, é indicado que o bebê seja amamentado normalmente.

      Cuidados a serem tomados com o bebê com icterícia:

      • Não deixe seu bebê tomar Sol, em hipótese alguma. Mesmo que a radiação solar seja capaz de diminuir a icterícia, algumas outras radiações emitidas pelo Sol podem provocar queimaduras no corpinho do bebê.
      • Não dê ao seu filho qualquer remédio caseiro para reduzir as manchinhas amarelas, pois isso poderá desencadear reações alérgicas graves. Além disso, é comprovado cientificamente que a amamentação diminui a icterícia.


      REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

      Sociedade Brasileira de Pediatria. (“Filhos - Da gravidez aos 2 anos de idade.”)
      Departamento de Clínica Médica. Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - “Icterícia”

      Leia mais

      Perguntas sobre nossos produtos?

      Caso tenha alguma dúvida sobre a Danone Nutricia ou nossos produtos, entre em contato com nossa central de atendimento!