Primeiros Meses

      Tudo sobre a pele do bebê: cuidados e tratamentos

      por Equipe Danone Baby 23 de Setembro de 2018 5 minutos

      A pele do bebê é fina e sensível e merece cuidados específicos para evitar assaduras, queimaduras de sol e picadas de mosquito

      Cuidar da pele do bebê é uma tarefa importante e que pode gerar dúvidas, principalmente entre os pais de primeira viagem. Quais produtos devo usar para mantê-la hidratada e livre de assaduras? Posso passar protetor solar? E repelente, é permitido?

      aplv-1-1-807x350.jpg

      Para tirar as suas principais dúvidas, separamos algumas perguntas e respostas sobre a pele do bebê:

      A pele do recém-nascido apresenta particularidades?

      Sim, o recém-nascido tem a pele mais fina e sensível e, por isso, pode apresentar algumas dermatoses específicas, como acne neonatal (erupção vermelha no rosto, que geralmente desaparece com o tempo).

      A maioria das dermatoses neonatais são benignas e não causam problemas graves. No entanto, é importante que o pediatra avalie para entender se a alteração cutânea pode trazer alguma consequência.

      O coto umbilical exige cuidados especiais?

      Sim, o coto umbilical exige cuidados especiais para evitar infecções. A higiene deve ser feita todos os dias, após o banho e a cada troca de fraldas, utilizando pano lavado, gaze, algodão ou cotonete umedecido em álcool 70%. Neste infográfico, mostramos o passo a passo para limpá-lo corretamente.

      Como posso evitar as assaduras por fraldas?

      As assaduras causadas pelo uso de fraldas são uma das principais preocupações dos pais com relação aos cuidados com a pele do bebê. Para evitá-las, troque as fraldas sempre que estiverem molhadas ou sujas, mesmo que o bebê não esteja reclamando. Quando a pele permanece úmida por muito tempo, torna-se mais suscetível a erupções cutâneas.

      Limpe o bebê com um algodão úmido ou lencinhos umedecidos. Sempre que usar sabonete, enxague bem. Além disso, deixe a pele do bebê respirar um pouco antes de substituir a fralda. Quanto mais tempo a pele fica em contato com a fralda, úmida ou não, mais irritada ela fica. Também certifique-se de que a pele esteja limpa e completamente seca antes de colocar a fralda .

      Quais produtos devo usar na troca de fraldas?

      Escolher os produtos com atenção é essencial. Toalhas umedecidas e sabonetes perfumados aumentam o risco de alergia e podem irritar a pele. Escolha produtos sem álcool e sem perfume ou use apenas água. Use sabão apenas quando necessário.

      Se for usar pomadas, prefira as livres de petrolato (vaselina). O talco, por outro lado, pode ser perigoso, pois há o risco de entrar em contato com as vias respiratórias do bebê e causar problemas mais graves.

      Como dar banho no bebê?

      Um banho por dia é suficiente. A temperatura da água deve ser próxima da corporal, ou ligeiramente mais baixa, entre 36ºC a 37,5ºC. Em recém-nascidos, dê banhos mais rápidos, durando não mais de cinco minutos. Conforme o bebê for crescendo e aprendendo a curtir o momento, eles podem ser mais longos. As áreas de maior atenção são sempre o rosto, o pescoço, o bumbum e a região genital. Tome cuidado especial com as orelhinhas, para evitar a entrada de água.

      O recém-nascido pode ser higienizado apenas com água. Os pais que optarem por sabonetes podem usar ossyndets, também conhecidos pelo nome de detergentes sintéticos ou “sabões sem sabão”. Eles provocam menos irritação na pele do bebê e não fazem tanta espuma. Evite os sabões glicerinados e em barra. O uso de shampoos também não é recomendado enquanto os fios forem curtos, finos e frágeis. Mas se optar por utilizar, prefira os que tenham pH próximo ao da lágrima para evitar irritações nos olhinhos, suaves e levemente detergentes, sem aromas fortes.

      Como fazer a limpeza do rosto do bebê?

      A limpeza da região próxima à boca do bebê, que geralmente se suja com comida ou leite após as refeições ou mamadas, devem ser realizadas o quanto antes, para evitar que irritem a pele.

      Como manter a pele do bebê hidratada?

      A pele do bebê tem uma camada fina de gordura natural que a protege da desidratação. No entanto, o clima seco, vento, baixa umidade, ar condicionado, cloro em piscinas e exposição ao sol podem ressecá-la. Sob tais condições, o uso de produtos hidratantes é recomendado pela Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) e necessário.

      Para escolher o hidratante para o bebê, o mais indicado é consultar o pediatra ou dermatologista. Para melhor hidratação, aplique o produto após o banho, depois de enxugar delicadamente a pele do pequeno. Dessa forma, haverá maior retenção de água na pele.

      Como manter a pele do bebê protegida do sol?

      O bebê até seis meses não deve usar protetor solar, pois ainda não tem a capacidade de metabolizar e excretar as substâncias químicas dos filtros, que podem ser absorvidas pela pele. Então, para protegê-lo, limite o seu tempo de exposição ao sol. Ele pode tomar banhos de sol que durem de cinco a dez minutos no corpo todo ou 30 minutos apenas nos braços e nas pernas. Além disso, o ideal é que fiquem expostos entre 7h e 10h da manhã ou após as 16h.

      Já os bebês maiores de seis meses devem usar protetor solar sempre que estiverem expostos ao sol. O filtro deve ser adequado para a idade e deve ter proteção suficiente para o tempo de exposição. Além disso, deve ser passado 30 minutos antes da exposição ao sol, no corpo todo.

      O bebê deve usar repelentes?

      A regra do protetor solar também vale aqui: bebês menores de seis meses não devem usar repelente. Para proteger o pequeno, basta manter as portas bem vedadas e as janelas fechadas com telas em locais onde há ação de mosquitos. Se estiver calor, refrigere o ambiente com ar condicionado ou ventilador.

      Já os bebês com idade entre seis meses e dois anos só devem usar repelente em condições especiais, quando recomendado pelo pediatra e de acordo com as instruções de uso de cada produto. Por exemplo, eles não deve usar repelentes à base do composto químico DEET, pois podem ser tóxicos. Veja neste texto todas as recomendações para o uso desses produtos.

       

      REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

      Sociedade Brasileira de Pediatria (“Filhos: da gravidez aos 2 anos de idade” e “Cuidados com a pele do recém-nascido”)

      National Health Service - UK (“Baby skin, bathing and cord care”)

      Canadian Paediatric Society (“Skin care for your baby”)

      Ministério da Saúde (“Vitamina D”)

      Health 4 Mom (“Bath Time Basics For a Baby”)

      Associação Brasileira de Pediatria (“Prevenção e cuidados com a pele da criança e do recém-nascido”)

      Sociedade Brasileira de Pediatria (“Como proteger as crianças de picadas de mosquitos?”)

      Universidade de São Paulo (“Repelentes de Insetos – Usos na infância”)

      WebMD Medical Team (“Your Babie’s Diaper Rash”)

      Ministério da Saúde (Caderneta de Saúde da Criança – Passaporte da Cidadania)

      Leia mais

      Perguntas sobre nossos produtos?

      Caso tenha alguma dúvida sobre a Danone Nutricia ou nossos produtos, entre em contato com nossa central de atendimento!